Qualidade de um Neossolo Quartzarênico com e sem ocorrência de morte súbita de braquiária no bioma Pantanal

Autores

  • Celismar Júnior de Moura Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Cassiano Cremon Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Nilbe Calra Mapeli Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Adeílson Nascimento da Silva Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Izadora Caroline Veloso Silva Camilo Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Adriano Pereira Mandarino Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Sérgio Esteves de Freitas Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Gustavo Ferreira da Silva Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.30612/agrarian.v10i36.3899

Palavras-chave:

Degradação, Física do solo, Pastagens

Resumo

A morte repentina e sem causa aparente das Braquiárias têm intrigado muitos pesquisadores e produtores no Brasil Central, nesse contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de um Neossolo em áreas sob pastagem com e sem ocorrência de morte súbita. Foram avaliados três diferentes ambientes: pastagem sem morte (SM), pastagem com morte súbita (CM) e mata nativa (MN), áreas essas vizinhas sob mesmo domínio de solo. Para cada ambiente foram coletadas amostras de solo deformadas nas profundidades de 0-0,1; 0,1-0,2 e 0,2-0,3 m. Foram determinados, os valores de densidade do solo, porosidade total, resistência do solo à penetração e análise química de rotina. A qualidade do solo foi avaliada e ajustada em um modelo comparativo em forma de diagrama com três eixos, sendo um para cada atributo físico, químico e biológico. Os resultados obtidos apontam que os ambientes de pastagem CM e SM não apresentaram diferenças significativas entre si para os atributos avaliados. Os atributos químico e biológico dos ambientes CM e SM, apresentaram uma redução quanto à qualidade do solo em relação ao ambiente MN, utilizado como referência. A qualidade física entre os três ambientes avaliados se mostrou bastante semelhante, não havendo diferença significativa entre os mesmos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celismar Júnior de Moura, Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Cassiano Cremon, Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Ciência do Solo

Nilbe Calra Mapeli, Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Adeílson Nascimento da Silva, Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Izadora Caroline Veloso Silva Camilo, Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Adriano Pereira Mandarino, Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Sérgio Esteves de Freitas, Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Gustavo Ferreira da Silva, Departamento de Agronomia Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Agronomia
Universidade do Estado de Mato Grosso

Downloads

Publicado

06/06/2017

Como Citar

Moura, C. J. de, Cremon, C., Mapeli, N. C., Silva, A. N. da, Camilo, I. C. V. S., Mandarino, A. P., Freitas, S. E. de, & Silva, G. F. da. (2017). Qualidade de um Neossolo Quartzarênico com e sem ocorrência de morte súbita de braquiária no bioma Pantanal. Agrarian, 10(36), 152–161. https://doi.org/10.30612/agrarian.v10i36.3899

Edição

Seção

Artigo - Ciência do Solo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>