Seleção de espécies bioindicadoras da presença de tebuthiuron no solo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/agrarian.v14i52.13276

Palavras-chave:

Bioensaio. Herbicida. Comportamento de herbicida no solo.

Resumo

O herbicida tebuthiuron é utilizado em cultivos de cana-de-açúcar sendo um produto persistente no solo. Assim, objetivou-se avaliar a suscetibilidade de diferentes espécies a doses do tebuthiuron para a seleção de plantas bioindicadoras. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições, utilizando-se um Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico de textura franco-arenosa. Os tratamentos constaram de doses do tebuthiuron: 0,0; 0,12; 0,24; 0,48; 0,72; 0,96; 1,2 kg ha-1 i.a.. As espécies testadas foram alface, amendoim, aveia, beterraba, braquiária, crotalária, pepino, sorgo e tomate. Aos 7, 14 e 21 dias após emergência (DAE) foram realizadas avaliações de fitotoxicidade e aos 21 DAE fez-se a determinação da massa da matéria seca da parte aérea. Por demonstrarem sensibilidade diferencial em relação às doses, em ordem crescente de sensibilidade: amendoim, aveia, braquiária, sorgo e pepino apresentam potencial para uso como bioindicadoras em estudos com tebuthiuron no solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Henrique dos Santos Ferreira, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Graduando em agronomia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Realiza pesquisas sobre o comportamento de herbicidas no ambiente.

Matheus Ceolin Marques Queiroz, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Graduando em agronomia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Realiza pesquisas sobre matologia.

Ilca Puertas Freitas e Silva, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em agronomia.

Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Matologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Fisiologia e metabolismo de herbicidas, biologia de plantas daninhas, controle químico de plantas daninhas, controle químico de plantas daninhas no Sistema Plantio Direto e manejo integrado de plantas daninhas.

Christiane Augusta Diniz Melo, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Atualmente é Docente do Magistério Superior da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - Campus Iturama. Tem experiência na área de Biologia e Manejo de plantas daninhas, Comportamento de Herbicidas no Solo e Biorremediação de áreas contaminadas com herbicidas.

Referências

Barizon, R.R.M., Lavorenti, A., Reginato, J.B., Prata, F., & Tornisielo, V.L. (2006). Simulação do transporte e da sorção de imazaquin em colunas de solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 30(4), 615-623. https://doi.org/10.1590/S0100-06832006000400002.

Blanco, F.M.G., & Velini, E.D. (2005). Persistência do herbicida sulfentrazone em solo cultivado com soja e seu efeito em culturas sucedâneas. Planta Daninha, 23(4), 693-700. https://doi.org/10.1590/S0100-83582005000400018.

Blanco, H.G., & Oliveira, D.A. (1987). Persistência de herbicidas em Latossolo Vermelho-Amarelo em cultura de cana-de-açúcar. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 22, 681-687.

Brighenti, A.M., Nicodemos, L.C., Calsavara, L.H.F., Martins, C.E., Rocha, W.S.D., & Souza Sobrinho, F. (2012). Seletividade de Herbicidas à Cultura do Sorgo. In XXIX Congresso Nacional de Milho e Sorgo (p. 1092), Águas de Lindóia, SP.

Cadersa, Y., & Gungadurdoss, M. (2010). Carryover of soil-applied herbicides on flue-cured tobacco. University of Mauritius Research Journal, 16.

Diesel, F., Trezzi, M.M., Pazuch, D., Xavier, E., Rosin, D., & Pagnoncelli, F. (2012). Seleção de espécies da família Cucurbitaceae e Chenopodiaceae para indicação da presença de saflufenacil no solo. Pesticidas: Revista de Ecotoxicologia e Meio Ambiente, 22, 35-42. http://dx.doi.org/10.5380/pes.v22i1.30794.

Santos, H.G., Jacomine, P.K.T., Anjos, L.H.C., Oliveira, V.A., Lumbreras, J.F., Coelho, M.R., Almeida, J.A., Araujo Filho, J.C., Oliveira, J.B., & Cunha, T.J.F. (2018). Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília: Embrapa Solos.

Faria, A.T., Souza, M.F., Passos, A.B.R.J., Silva, A.A., Silva, D.V., Zanuncio, J.C., & Rocha, P.R.R. (2018). Tebuthiuron leaching in three Brazilian soils as affected by soil pH. Environmental Earth Sciences, 77, 214.

Faria, A.T., Saraiva, D.T., Pereira, A.M., Rocha, P.R.R., Silva, A.A., Silva, D.V., Ferreira, E.A., & Silva, G.S. (2014). Efeitos de herbicidas na atividade da microbiota rizosférica e no crescimento da cana-de-açúcar. Bioscience Journal, 30(4), 1024-1032.

Faria, A.T. (2013). Sorção, dessorção, meia-vida e lixiviação do tebuthiuron em latossolos brasileiros (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa).

Fernandes, C.P.C., Braz, A.J.B.P., Procopio, S.O., Dan, H.A., Braz, G.B.P., Barroso, A.L.L., Menezes, C.C. E., Simon, G.A., & Braz, L.B.P. (2011). Tolerância do feijoeiro a herbicidas aplicados na cultura da cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Herbicidas, 10(2), 121-133.

Freitas, M.A.M., Passos, A.B.R.J., Torres, L.G., Moraes, H.M.F., Faustino, L.A., Rocha, P.R.R., & Silva, A.A. (2014). Sorção do sulfentrazone em diferentes tipos de solo determinada por bioensaios. Planta Daninha, 32(2), 385-392. https://doi.org/10.1590/S0100-835820140002000.

Gazziero, D.L.P., Karan, D.,Voll, E., & Ulbrich, A. (1997). Persistência dos herbicidas imazaquin e imazethapyr no solo e os efeitos sobre plantas de milho e pepino. Planta Daninha, 15(2). https://doi.org/10.1590/S0100-83581997000200009.

Gomes, M.A.F., Spadotto, C.A., Pereira, A.S., Matallo, M.B., & Luchini, L.C. (2006). Movimento do herbicida tebuthiuron em dois solos representativos das áreas de recarga do aquífero Guarani. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 10(2), 479–483. https://doi.org/10.1590/S1415-43662006000200032.

Gomes, M.A.F.,Spadotto, C.S., & Lanchotte, V.L. (2001). Ocorrência do herbicida tebuthiuron na água subterrânea da microbacia do córrego espraiado, Ribeirão Preto – SP. Revista Ecotoxicologia e Meio Ambiente, 11, 65-76.

Guerra, N. Oliveira Júnior, R.S., Constantin, J., Oliveira Neto, A.M., Gemelli, T.M.C., & Guerra, A. (2016). Potencial de lixiviação de herbicidas utilizados na cultura da canade-açúcar. Revista Campo Digital, 11(1), 42-53.

Guerra, N., Oliveira Júnior, R.S., Constantin, J., Oliveira Neto, A.M., Dan, H.A., Alonso, D.G., & Jumes, T.M.C. (2011). Seleção de espécies bioindicadoras para os herbicidas trifloxysulfuron-sodium e pyrithiobac-sodium. Revista Brasileira de Herbicidas, 10(1), 37-48. https://doi.org/10.7824/rbh.v10i1.89.

Hijano, N. (2016). Interferência de capim-camalote em cana-de-açúcar e seletividade de indaziflam e indaziflam + metribuzin aplicados em cana-de-açúcar no sistema MPB (Tese de Doutorado, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal).

Hutchinson, P.J., Morishita, D.W., & Price, W.J. (2007). Season-long dose-response of potato to sulfometuron. Weed Science, 55(5), 521- 527.

Inoue, M.H., Santana, C.T.C., Oliveira Júnior., R.S., Possamai, A.C.S., Santana, D.C., Arruda, R.A.D., Dallacort, R., & Sztoltz, C.L. (2011). Efeito residual de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos. Planta Daninha, 29(2), 429-435. https://doi.org/10.1590/S0100-83582011000200021.

Lima, E.A. (2006). Avaliação fitotécnica e econômica de cultivares de soja em área de reforma de cana-de-açúcar, na região Norte Fluminense (Tese de Doutorado, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes).

Madalão, J.C., Pires, F.R., Chagas, K., Cargnelutti Filho, A., & Procópio, S.O. (2012). Uso de leguminosas na fitorremediação de solo contaminado com sulfentrazone. Pesquisa Agropecuária Tropical, 42(4), 390-396. https://doi.org/10.1590/S1983-40632012000400001.

Marchesan, E.D., Dedordi, G., Rezzi, M.M., Vidal, R.A., & Dick, D.P. (2011). Seleção de espécies bioindicadoras para uso em bioensaios de lixiviação e persistência de atrazina no solo. (2011). Pesticidas: Revista de Ecotoxicologia e Meio Ambiente, 21, 47-54. http://dx.doi.org/10.5380/pes.v21i0.25937.

Melo, C.A.D., Medeiros, W.N., Tuffi, L.D.S., Ferreira, F.A., Tiburcio, R.A.S., & Ferreira, L.R. (2010). Lixiviação de sulfentrazone, isoxaflutole e oxyfluorfen no perfil de três solos. Planta Daninha, 28(2), 385-392. https://doi.org/10.1590/S0100-83582010000200018.

Mendes, K.F., Souza, T.N.R., Possamai, A.C.S., Inoue, M.H., Nunes, A.K.A., & Mertens, T.B. (2015). Seleção de plantas indicadoras para o monitoramento do mesotrione e metribuzin em solo argiloso. Revista de Ciências Agroambientais, 13(1), 53- 59.

Mendes, K.F., Inoue, M.H., Matos, A.K.A., Possamai, A.C.S.,

Tschope, M.C., Goulart, B.F., & Ben, R. (2012). Seleção de bioindicadores para monitoramento da mobilidade e persistência de herbicidas aplicados no solo. Revista Brasileira de Herbicidas, 11(2), 213-221. https://doi.org/10.7824/rbh.v11i2.156.

Negrisoli, E., Velini, E.D., Rossi, C.V.S.; Correia, T.M., & Costa, A.G.F. (2007). Associação do herbicida tebuthiuron com a cobertura de palha no controle de plantas daninhas no sistema de cana-crua. Planta daninha, 25(3), 621-628. https://doi.org/10.1590/S0100-83582007000300023.

Nunes, A.L., & Vidal, R.A. (2009). Seleção de plantas quantificadoras de herbicidas residuais. Pesticidas: Revista de Ecotoxicologia e Meio Ambiente, 19(1), 19-28. http://dx.doi.org/10.5380/pes.v19i0.16550.

Peñaherrera-Colina, L.A., Souza, I.F., Guilherme, L.R.G., & Bueno Filho, J.S.S. (2005). Persistência biológica de ametryn, diuron e oxyfluorfen no solo. Ciência agrotecnologia, 29(5), 980-987. https://doi.org/10.1590/S1413-70542005000500010.

Perim, L., Toledo, R.E.B., Negrisoli, E., Corrêa, M.R., Carbonari, C.A. Rossi, C.V.S., & Velini, E.D. (2009). Eficácia do herbicida amicarbazone no controle em pós-emergência de espécies de corda-de-viola (Ipomoea grandifolia e Merremia cissoids). Revista Brasileira de Herbicidas, 8(1), 19-26. https://doi.org/10.7824/rbh.v8i1.64.

Pires, F.R., Souza, C.M., Silva, A.A., Queiroz, M.E. L.R., Procópio, S.O., Santos, J.B., Santos, E.A., & Cecon, P.R. (2003). Seleção de plantas com potencial para fitorremediação de tebuthiuron. Planta Daninha, 21(3), 451–458. https://doi.org/10.1590/S0100-83582003000300014.

Pires, F.R., Procópio, S.O., Santos, J.B., Souza, C.M., & Dias, R.R. (2008). Avaliação da fitorremediação de tebuthiuron utilizando Crotalaria juncea como planta indicadora. Revista Ciência Agronômica, 39(02), 245-250.

Silva Junior, A.C., Gonçalves, C.G., Queiroz, J.R.G.Q., & Martins, D. (2018). Evaluation of leaching potential of tebuthiuron using bioindicator plants. Arquivos do Instituto Biológico, 85, 1-9. https://doi.org/10.1590/1808-1657000692015.

SigmaPlot 12.0. (2011). Scientific Data Analysis and Graphing Software. http://www.sigmaplot.co.uk/products/sigmaplot/produpdates/prod-updates5.php.

Velini, E.D., Osipe, R., & Gazziero, D.L.P. (2002). Procedimentos para instalação, avaliação e análise de experimentos com herbicidas. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas (SBCPD), Londrina, PR.

Vidal, A., & Vidal, R.A. (2009). Seleção de plantas quantificadoras de herbicidas residuais. Pesticidas: Revista de Ecotoxicologia e Meio Ambiente, 19, 19-28. http://dx.doi.org/10.5380/pes.v19i0.16550.

Teixeira, P.C., Donagemma, G.K., Fontana, A., & Teixeira, W.G. (2017). Manual de Métodos de Análise de Solo. Brasília: Embrapa Solos.

The Pesticide Properties Data Base (PPDB). (2019). Pesticide, Bio-PesticideandVeterinarySubstancespropertiesdatabases. https://sitem.herts.ac.uk/aeru/ppdb/.

Walorczyk, S., Drożdżyński, D.; Kowalska, J.; Remlein-Starosta, D.; Ziółkowski, A.; Przewoźniak, M.; Gnusowski, B. (2013). Pesticide residues determination in Polish organic crops in 2007–2010 applying gas chromatography–tandem quadrupole mass spectrometry. Food Chemistry, 139(1), 482-487. 10.1016/j.foodchem.2013.01.013.

Downloads

Publicado

21/07/2021

Como Citar

Ferreira, J. H. dos S., Queiroz, M. C. M., Silva, I. P. F. e, & Melo, C. A. D. (2021). Seleção de espécies bioindicadoras da presença de tebuthiuron no solo. Agrarian, 14(52), 203–212. https://doi.org/10.30612/agrarian.v14i52.13276

Edição

Seção

Artigo - Fitotecnia