Representações humorísticas de FHC e de Lula no jornal O Globo (1995-2010)

Marilda Lopes Pinheiro Queluz, Ligia Carla Gabrielli Berto

Resumo


O objetivo deste texto é propor uma reflexão sobre os mecanismos do humor gráfico presentes nas representações dos ex-presidentes do Brasil, Fernando Henrique Cardoso (FHC) e Luiz Inácio Lula da Silva (Lula), publicadas no jornal O Globo, entre 1995 e 2010, a partir do seu acervo digital. Os desdobramentos desses dois governos até hoje são visíveis no país e a narrativa histórica dos mandatos deles também pode ser lida através de charges que caricaturizaram ambos. Considera-se que a charge é um enunciado, ou seja, a materialidade de uma situação comunicativa que depende do momento histórico em que foi produzido e se transforma a cada leitura. Nas estratégias discursivas criadas por Aroeira e, principalmente, por Chico Caruso, percebe-se um diálogo entre a caricatura dos políticos e a linguagem das charges, o uso de metáforas visuais, paródias, intertextualidade e citações, e até mesmo narrativas sequenciadas dos quadrinhos. Na interpretação e na crítica dos acontecimentos da política brasileira os desenhistas buscaram inspiração e referências na arte, no cinema, nos fatos jornalísticos e na própria história da caricatura.

Palavras-chave


Humor gráfico. Caricatura. Charge. FHC. Lula.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/frh.v21i36.9414

Fronteiras: Revista de História - PPGH/FCH/UFGD
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.