"Lidere como Jesus" – liderança e autoajuda na mídia evangélica nos Estados Unidos e no Brasil (1980-2010)

Karina Kosicki Bellotti

Resumo


O texto versa sobre os livros de liderança baseados na figura de Jesus Cristo e no modelo de liderança servidora, escritos por autores norte-americanos, com tradução para o público brasileiro. Nossa abordagem segue a análise das relações entre religião e mídia, utilizando uma perspectiva histórica do desenvolvimento da literatura de liderança secular e religiosa ao longo do século XX. Fizemos uma revisão histórica e bibliográfica sobre a literatura de liderança e suas relações com determinados valores espirituais, morais e mitológicos da sociedade capitalista ocidental no século XX. Por fim, analisamos quais representações de Jesus Cristo são tomadas neste tipo de literatura, para analisar o modelo de liderança servidora em duas produções – a pioneira “The servant as leader”, de Robert K. Greenleaf (1970), e “Lidere como Jesus” (2007), de Ken Blanchard e Phil Hodges. A literatura reforça uma narrativa mitológica advinda da literatura secular de liderança, confortando seus leitores com a possibilidade de exercer uma influência positiva sobre as pessoas a partir de um modelo considerado inquestionável de bondade e retidão, ao mesmo tempo em que prescreve conselhos para atingir a excelência no mundo capitalista.

Palavras-chave


Literatura de liderança. Liderança Servidora. Religião e Mídia. Protestantismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/frh.v19i34.7598

Fronteiras: Revista de História - PPGH/FCH/UFGD
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.