Decolonialidade e resistência nos processos culturais, de fé e de cura na região das Missões do Rio Grande do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/frh.v23i42.15796

Palavras-chave:

Religiosidade, São Miguel das Missões – RS, Cultura, Decolonialidade

Resumo

O presente artigo aborda numa perspectiva decolonial e intercultural as tradições culturais e religiosas na comunidade miguelina - Região das Missões no estado do Rio Grande do Sul. Num primeiro momento é apresentada uma discussão teórica contemplando os conceitos chaves de decolonidade e interculturalidade. Em um momento posterior esses conceitos são aplicados a um estudo empírico na localidade supracitada, trazendo dados pesquisados a partir de depoimentos e imagens fotográficas coletadas no respectivo contexto. Como resultado podemos constatar a importância dos estudos que procuram resgatar dados culturais significativos das comunidades originais. A metodologia utilizada é a crítico histórica, pois analisou-se os conceitos empregados e os dados empíricos para a construção do artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliani Borchardt da Silva, Pós-Doutoranda em Direito pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI / Santo Ângelo)

Doutora em Memória Social e Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)

Ivo dos Santos Canabarro, Professor da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI)

Doutor em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF)

Referências

CANCLINI, Néstor Garcia. Culturas Híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: Edusp, 2013.

CHAMORRO, Graciela. Teología Guaraní. Quito-Ecuador: Abya Yala, 2004.

MELIÀ, Bartolomeu. El guaraní conquistado y reducido: ensayos de etnohistoria. Asunción: Universidad Católica, 1988.

MIGNOLO, Walter D. Desobediência epistêmica: a opção descolonial e o significado de identidade em política. Cadernos de Letras da UFF , Niterói , v. 1, n. 34, p. 287-324, 2008.

MIGNOLO, Walter D.. Colonialidade: o lado mais obscuro da modernidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 32, n. 94, p. 1-18, 2017.

NOVAIS, Fernando Antônio. A colonização e o sistema colonial: discussões de conceitos e perspectivas históricas. In: MARQUES, Adhemar (et.al). História moderna através de textos. São Paulo: Contexto, 1994.

QUIJANO, Anibal. A colonialidade do poder: eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (Org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais – perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005, p. 116-142.

SCHWARCZ, Lilia Moritz; STARLING, Heloisa Murgel. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015

WILDE, Guilhermo. Objetos, personas y Alteridade nel Espacio Misional. In: COLVERO, Ronaldo Bernardino; MAURER, Rodrigo Ferreira. Missões em Mosaico: da interpretação à prática – um conjunto de experiências. Porto Alegre: Faith, 2011, p. 15-26.

Entrevistas

Aureliano José Jardim. São Miguel das Missões - RS. Entrevista concedida a Juliani Borchardt da Silva, 2013.

Anildo Romeu. Santo Ângelo - RS. Entrevista concedida a Juliani Borchardt da Silva, 2013.

Floriano Romeu. Santo Ângelo - RS. Entrevista concedida a Juliani Borchardt da Silva, 2013.

Downloads

Publicado

15/12/2021

Como Citar

Silva, J. B. da, & Canabarro, I. dos S. (2021). Decolonialidade e resistência nos processos culturais, de fé e de cura na região das Missões do Rio Grande do Sul. Fronteiras, 23(42), 41–60. https://doi.org/10.30612/frh.v23i42.15796

Edição

Seção

DOSSIÊ 18: HISTORIAS MARGINAIS, ALTERIDADES E CRÍTICAS EPISTÉMICAS