Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Videre é uma publicação semestral da Faculdade de Direito e Relações Internacionais. Visa a publicação de trabalhos inéditos nas áreas de Direito; Ciência Política e Relações Internacionais. As atuais Linhas Editoriais da Revistas são as seguintes:

  • Estado e Espaços Jurídicos;
  • Cidadania, Justiça e Reconhecimento;
  • Sistemas Políticos, Democracia, Desenvolvimento e Direitos Humanos;
  • Estudos Internacionais, Multitemáticos e Direito;
  • Gênero, Raça e etnia;
  • Estudos Fronteiriços;
  • Educação, pobreza e desigualdade social;
  • América Latina e seus desafios contemporâneos.

As seções da Revistas são as seguintes: Artigo Cinentífico; Ensaio; Resenha/Rescensão; Resumo; Estudo de Caso; Agenda e Entrevista.

 

Políticas de Seção

Artigos

Os artigos científicos, necessariamente, têm o objetivo de apresentar os resultados de uma pesquisa para o intercâmbio científico e socialização do conhecimento através de publicação em revistas ou periódicos especializados. A publicação de artigos constitui-se numa peça-chave no processo de produção do conhecimento de determinada área do saber.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resumo

O resumo expandido é um documento de pesquisa, cujas idéias e significância possam ser entendidas em menos de uma hora de leitura. O resumo expandido deve incluir referências, comparações com trabalhos relacionados e outros detalhes esperados em um documento científico, mas não em um resumo. O resumo expandido deve ser constituído de no mínimo 3 (três) e no máximo 5 (cinco) páginas.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenha

Alguns autores distinguem dois tipos de resenha a descritiva e a crítica. Outros afirmam que toda resenha é crítica, denominado recensão ao texto descritivo acerca de determinada obra publicada. Adotamos essa posição. A resenha é uma apreciação crítica sobre determinada obra. Trata-se, da leitura, resumo, crítica e formulação de um conceito permeado por juízos de valor feitos pelo autor da resenha. A resenha visa apresentar uma síntese das idéias principais de uma obra. A redação da resenha deve ser feita de maneira direta, ou seja, sem os entretítulos do original, a passagem de uma parte para outra deve ficar evidente pela organização, articulação e encadeamento das ideias. As obras que servirão de base para resenha/recensão deverão ter sido publicadas nos últimos 3 (três) anos.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Índices

Esta seção destina-se a disponibilizar na Revista o Índice Remissivo de cada número publicado. Este Índice ocorre por autores e por temas de cada número.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Normas Editoriais para Submissão de Trabalhos

Normas do Conselho Editorial para submissão de trabalhos na Revista

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Ensaios

É um informe científico cujas características podem consistir em utilidade acadêmica. O ensaio caracteriza-se pela sistematização de um assunto e pode ter basicamente três objetos de discussão:

1. estudo sobre um autor: descrever, discutir, refletir sobre a vida, obra(s), pensamento(s) e proposta(s) de um dado autor.

2. estudo de um tema em um autor: descrever, discutir, refletir sobre um tema/questão a partir de um dado autor.

3. estudo de um tema/questão/problema em diversos autores: descrever, discutir, refletir um determinado tema/ questão/ problema em diversos autores.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Apresentação

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Estudo de Caso

Apresentação de um caso jurídico, um tema ou questão seguido de discussão dogmática, hermenêutica, crítica acerca do mesmo.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

EDIÇÃO COMPLETA

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os trabalhos submetidos à Revista Videre passam, preliminarmente, por uma criteriosa avaliação formal dos editores-chefes para que apreciem a sujeição das orientações aos autores (como, por exemplo, resumo, abstractm número de páginas, fonte, obediência às normas da ABNT, vinculação às linhas editoriais, titulação dos autores e coautores, etc). Posteriormente,  são submetidos a pareceristas ad hoc, de notório saber na área do trabalho, que proferirão a decisão de publicação. Os artigos são avaliados pelos pareceristas em regime de blind peer-review.

Fica resguardado o direito do autor de submeter seu manuscrito a outro periódico, caso seja reptovado na avaliação por pares desta Revista.

 

Para assegurar a integridade da avaliação por pares cega, para submissões à revista, deve-se tomar todos os cuidados possíveis para não revelar a identidade de autores e avaliadores entre os mesmos durante o processo. Isto exige que autores, editores e avaliadores (passíveis de enviar documentos para o sistema, como parte do processo de avaliação) tomem algumas precauções com o texto e as propriedades do documento:

  1. Os autores do documento excluiram do texto nomes, substituindo com "Autor" e o ano em referências e notas de rodapé, em vez de nomes de autores, título do artigo, etc.
  2. Em documentos do Microsoft Office, a identificação do autor deve ser removida das propriedades do documento (no menu Arquivo > Propriedades), iniciando em Arquivo, no menu principal, e clicando na sequência: Aqruivo > Salvar como... > Ferramentas (ou Opções no Mac) > Opções de segurança... > Remover informações pessoais do arquivo ao salvar > OK > Salvar.
  3. Em PDFs, os nomes dos autores também devem ser removidos das Propriedades do Documento, em Arquivo no menu principal do Adobe Acrobat.

 

 

 

Periodicidade

A Revista Videre da Faculdade de Direito e Relações Internacionais tem periodicidade semestral. 

 

Política de Acesso Livre

A versão eletrônica da Revista Videre da Faculdade de Direito e Relações Internacionais da UFGD promove o acesso aberto ou open access dos seus estudos científicos.

Sendo assim, a Revista Videre se reestrutou, indo ao encontro da Declaração de Berlim sobre Acesso ao Conhecimento nas Ciências e Humanidades, uma vez que tem possibilitado "constituir uma representação global e interactiva do conhecimento humano, incluindo o património cultural, e a garantia de acesso mundial."

A veiculação de versões on-line de periódicos é uma realidade, que proporcionou uma resignificação do acesso ao conhecimento científico. 

 

A Revista Videre é uma revista Open Access (acesso livre). Todo o seu conteúdo está livremente disponível sem custo para o usuário ou sua instituição. Os utilizadores  podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular aos textos completos dos artigos nesta revista sem solicitar permissão prévia do editor ou do autor. Esta revista está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Ao enviar seu trabalho, o interessado confirma que é o autor e possui os direitos autorais, confirma também que o conteúdo é original e anteriormente inédito e que concorda com os termos de licenciamento.

 

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Diretrizes Éticas para Publicação

As Diretrizes Éticas da Revista Videre, do Programa de Mestrado em Fronteiras e Direitos Humanos, tem como objetivo contribuir para a qualidade científica da revista, garantindo credibilidade aos editores, autores e leitores.

Essas diretrizes baseiam-se nas core pratices do Committee on Publication Ethics (COPE) e nas diretrizes fornecidas pelo Council of Science Editors (CSE), para promover a integridade das práticas científicas usuais para publicações no campo das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas.


Má Conduta em Pesquisa

A Revista Videre adota a definição de má conduta em pesquisa fornecida pela National Science Foundation (NSF).

O termo é definido como "fabricação, falsificação ou plágio na proposta ou realização de pesquisas". A NSF também especifica a fabricação como “inventando dados ou resultados e registrando ou relatando-os”; falsificação como “manipulação de materiais, equipamentos ou processos de pesquisa ou alteração ou omissão de dados ou resultados” de tal maneira que a “pesquisa não seja representada com precisão”; e plágio como a "apropriação das idéias, processos, resultados ou palavras de outra pessoa sem dar o devido crédito" (NSF, 2012, p. 237).


Portanto, plágio, falsificação e fabricação de dados são considerados má conduta em pesquisa pela Revista Videre, e não serão permitidos. Os autores devem garantir que todos os dados apresentados nos manuscritos submetidos sejam reais e autênticos.


Autoria e Contribuição

  • Os autores devem garantir que os manuscritos submetidos e seu conteúdo sejam originais e que não foram submetidos a outro periódico.
  • Os autores de um manuscrito submetido devem ter contribuído para o desenvolvimento da pesquisa. Não será permitida a inserção de novos autores após a aceitação do manuscrito.
  • O conteúdo e as opiniões expressas na publicação são de responsabilidade exclusiva dos autores. É de responsabilidade do autor correspondente garantir que todos os autores estejam de acordo e mantê-los informados sobre todo o processo editorial.
  • Os autores devem citar e organizar as referências que formaram a base teórica e prática de suas pesquisas de acordo com as Diretrizes para Autores.
  • Além disso, devem fornecer informações, se aplicável, sobre as fontes de financiamento da pesquisa que redigiram um reconhecimento no final do artigo ou em uma nota de rodapé no início.

Reclamações e Recursos

  • Ao enviar um manuscrito, os autores concordam em publicá-lo na revista.
  • Os autores serão informados sobre a aceitação do trabalho antes do início do processo de edição/diagramação e deverão expressar seu desejo de retirá-lo, caso necessário. Após a edição, a retirada dos trabalhos somente será aceita mediante solicitação justificável, que deverá ser enviada à revista por e-mail e analisada pelo Conselho Editorial.
  • Em caso de suspeita de plágio, o editor da revista deve entrar em contato com o autor para obter explicações. O prazo estabelecido pelo editor deve ser respeitado. A resposta do autor deve ser analisada pelo Conselho Editorial, que decide se o manuscrito deve avançar, ser alterado por seus autores ou ser rejeitado.

Conflitos de Interesse/Interesses Concorrentes

  • O editor da revista não deve ter conflitos de interesse em relação aos manuscritos que ele aceita ou rejeita. Em caso de conflito de interesses, o editor solicitará a análise e a decisão de um membro do Conselho Editorial que não deve estar envolvido no conflito.
  • Os revisores devem relatar conflitos de interesse pessoais, profissionais, intelectuais, financeiros, políticos ou religiosos à equipe editorial da Revista Videre. Considerando o processo de revisão por pares, os revisores devem informar o editor caso a identidade do autor seja conhecida por eles.

Compartilhamento de Dados e Reprodutibilidade

  • A Revista Videre é um periódico de acesso aberto. Todo o seu conteúdo está disponível gratuitamente, sem custo para o usuário ou sua instituição.
  • Os usuários podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular os textos completos dos artigos desta revista sem solicitar permissão prévia do editor ou autor.
  • Os autores devem declarar a autoria dos manuscritos submetidos e o uso legítimo de qualquer material de terceiros, citando-os adequadamente.
  • Todo o conteúdo apresentado nos artigos publicados na revista é de responsabilidade exclusiva dos autores e a reprodução deste conteúdo é permitida, desde que citada a fonte.

Supervisão Ética

  • Os autores devem garantir que a pesquisa, quando apropriada, tenha sido aprovada pela entidade relevante (por exemplo, o Comitê de Ética em Pesquisa).
  • O Conselho Editorial da Revista Videre é responsável por monitorar o cumprimento destas Diretrizes Éticas. Além disso, o conselho deve sempre considerar as mudanças nos padrões de publicação científica no campo das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas em suas decisões.

Propriedade Intelectual

  • Os autores autorizam a publicação do artigo na revista.
  • Os autores garantem que a contribuição é original e inédita e não está sendo avaliada em outra revista.
  • A revista não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos expressos nos textos, pois são de exclusiva responsabilidade dos autores.
  • Os autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação com o trabalho licenciado simultaneamente sob uma licença CC BY-NC-SA 3.0 BR que permite que outros compartilhem o trabalho com um reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial neste periódico.
  • Os autores podem entrar em acordos contratuais adicionais e separados para a distribuição não exclusiva da versão publicada do artigo na revista (por exemplo, publicá-lo em um repositório institucional ou publicá-lo em um livro), com um reconhecimento de sua publicação inicial neste periódico.
  • Os autores são autorizados e incentivados a publicar seus trabalhos on-line (por exemplo, em repositórios institucionais ou em seus sites) somente após a publicação.

Processos de Revisão por Pares

  • Os revisores devem se recusar a fazer revisões para as quais não se sentem qualificados.
  • Os revisores só devem concordar em revisar um manuscrito se possuírem conhecimento do tópico para realizar uma revisão adequada e estiverem disponíveis para cumprir os prazos.
  • Os revisores não devem usar ou desviar o conhecimento adquirido durante o processo de revisão.
  • Os manuscritos revisados devem ser tratados confidencialmente. Os revisores devem respeitar a confidencialidade da revisão por pares e não devem divulgar nenhum detalhe do manuscrito ou de sua revisão, durante ou após o processo de avaliação.
  • Os comentários dos revisores devem ser objetivos e construtivos, evitando hostilidade e comentários pessoalmente difamatórios ou depreciativos.
  • Os revisores devem indicar as falhas que podem ser corrigidas, indicando o que deve ser feito para essa finalidade. Os revisores podem sugerir referências relevantes para estudos que não foram citados, quando cientificamente relevantes para o artigo  e/ou sua reformulação.
  • Os revisores devem procurar indicar as possíveis alterações na primeira revisão do manuscrito, evitando novas recomendações quando o arquivo reformulado for retornado.
  • Os autores podem ser convidados a serem revisores no processo de revisão por pares da revista. Se os autores forem solicitados a desempenhar esse papel, deverão fazê-lo com dedicação, presteza e seriedade científica, contribuindo para a melhoria do manuscrito.
  • Os revisores da Revista Videre devem adotar as Ethical guidelines for peer reviewers do COPE.

Práticas Editoriais

As práticas editoriais da Revista Videre são aquelas descritas no Guidance for Editors: research, audit and service evaluations do COPE.


Discussões e Correções Pós-publicação

A Revista Videre reconhece a importância dos comentários pós-publicação sobre as pesquisas publicadas, como necessário para avanço do discurso científico.

Reclamações, desacordos sobre interpretação e outras questões que surgirem devem ser enviadas ao editor da revista pelo e-mail revistafadir@ufgd.edu.br.  Leitores/autores que identificarem tais erros devem enviar claramente a referência da publicação, título, autor e seção do artigo, explicando brevemente o erro.

A Revista Videre opera a seguinte política para fazer correções nas versões impressa e on-line de seu conteúdo revisado por pares.

  • Correção do editor. Notificação de um erro importante cometido pela Revista Videre que afeta o registro da publicação ou a integridade científica do trabalho, ou a reputação dos autores ou da revista.
  • Correção do autor. Notificação de um erro importante cometido pelo (s) autor (es) que afeta o registro da publicação ou a integridade científica do trabalho, ou a reputação dos autores ou da revista.
  • Retração. Notificação de resultados inválidos que afetam a confiabilidade de um artigo publicado anteriormente. O artigo original é marcado como retratado, mas permanece disponível para os leitores, e a declaração de retratação que notifica os leitores sobre a invalidade do artigo publicado está vinculada ao artigo original publicado.
  • Nota do editor. Uma nota do editor é uma declaração dos editores notificando os leitores sobre questões relacionadas ao artigo publicado. É uma atualização on-line feita apenas na página de registro do artigo publicado.

As decisões sobre os tipos de correção são discutidas com o Conselho Editorial, mas o editor toma a decisão final sobre a categoria em que a alteração é publicada.

 

Avaliação Qualis-CAPES

Quadriênio 2013-2016

Área de AvaliaçãoClassificação
DireitoB1
Ciência Política e relações InternacionaisB3
InterdisciplinarB4
Ciências BiológicasC

 

Taxas para Processamento e Publicação de Artigos

Este periódico não cobra taxas de submissão, processamento e publicação de artigos (APCs - Article Processing Charges).

 

Cátedra Jean Monnet

Objetivos das Cátedras Jean Monnet:

  • aprofundar o ensino de estudos sobre a União Europeia na sua instituição integrados num programa curricular;
  • realizar, controlar e supervisionar investigação sobre a UE em todos os níveis de ensino;
  • formar e assessorar a próxima geração de professores e investigadores;
  • proporcionar orientações especializadas a futuros profissionais na área dos assuntos europeus.

Os titulares de Cátedras Jean Monnet são incentivados a:

  • publicar livros na editora da universidade durante o período abrangido pela subvenção (que cobrirá uma parte dos custos da publicação e, caso necessário, da tradução);
  • participar em atividades de informação e divulgação no seu país e no resto da Europa;
  • organizar eventos (palestras, conferências, seminários, etc.) com responsáveis políticos, membros da sociedade civil e estabelecimentos de ensino;
  • criar redes com outras instituições e pessoal universitário apoiado pelas ações Jean Monnet;
  • utilizar recursos educativos abertos e publicar os resumos, conteúdo, calendário e resultados esperados das respetivas atividades.

 

Cátedra Sérgio Vieira de Mello

UFGD está presente na CSVM por meio da Faculdade de Direito e Relações Internacionais, desenvolvendo a temática dos refugiados no ensino de graduação nos cursos da Faculdade de Direito e de Relações Internacionais (FADIR), assim como em diversas disciplinas no curso de Relações Internacionais.

Na pós-graduação, o tema dos refugiados é abordado no novo Mestrado Fronteiras e Direitos Humanos, nas duas linhas de pesquisa do curso. A UFGD vem estabelecendo esforços para estabelecer um processo seletivo específico para migrantes, refugiados e portadores de visto humanitário, de modo a ocupar as vagas ociosas nos cursos de graduação e pós-graduação da universidade.

A CSVM-UFGD é coordenada pelo Professor Doutor César Augusto S. da Silva.