Distribuição de atividades piscicultoras com outorga e de uso insignificante no Estado de Mato Grosso do Sul

Cleiton Oliveira dos Santos, Lucimara Gonçalves Narcizo, Rodrigo Martins Moreira, Josenilson Assis Ferreira, Marcus Vitor Gutierres Gaioso

Resumo


O presente trabalho avaliou a distribuição das atividades piscicultoras outorgadas ou consideradas de uso insignificante de recursos hídricos no estado de Mato Grosso do Sul. Foram utilizados dados do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul, e processados no Software Quantum Gis 2.18.21, para identificar a Unidade de Planejamento e Gestão (UPG), com maior número de atividades piscicultoras. Os resultados evidenciaram um maior volume de atividade piscicultora na bacia hidrográfica do Paraná devido as suas características geomorfológicas e hidrológicas. Porém na bacia hidrográfica do Paraguai existe um maior desafio em implantar essa atividade devido aos pulsos de inundação e ao relevo sedimentar.

Palavras-chave


OS. Software livre. Bacia hidrográfica. Planejamento.

Texto completo:

PDF

Referências


CERH-MS. Resolução nº25, 03 de Março de 2015. Estabelece critérios de outorga de direito de uso de recursos hídricos. Diário Oficial do Estado, 13/03/2015. Disponível em: <>. Acesso em: 15/06/2018.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística -IBGE. Bases cartográficas. 2018. Disponível em: https://mapas.ibge.gov.br/bases-e-referenciais/bases-cartograficas/cartas Acesso em: 15/06/2018.

FAO. The State of Food and Agriculture – Food air for food security. Rome: Food and Agriculture Organization, 2006, 183p.

MATO GROSSO DO SUL. Lei nº 2.406, de 29 de janeiro de 2002. Institui a Política Estadual dos Recursos Hídricos, cria o Sistema Estadual de Gerenciamento dos Recursos Hídricos e dá outras providências. Campo Grande, Diário Oficial do Estado, n.5682, s.1, p.32, 2002. Disponível em: <>. Acesso em: 15/06/2018.

PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL. Secretaria de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e da Tecnologia. Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul. 1. ed. Campo Grande: UEMS, 2010.

QGIS, D. T. Quantum GIS geographic information system. Open source geospatial Foundation project, v. 45, 2011.




DOI: https://doi.org/10.30612/re-ufgd.v5i9.8556

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.