v. 6, n. 8 (2018)

Reflexões a partir do “pós Golpe de 2016”: possibilidades de devires resistentes nos diálogos (in)diretos com a Antropologia


Capa da revista