Leituras do neodesenvolvimentismo: um debate no interior do marxismo

Nivalter Aires Santos

Resumo


Objetivamos analisar o que diz a intelectualidade marxista sobre o Neodesenvolvimentismo no Brasil, por entender que no período no Nacional Desenvolvimentismo (1930-1980), intelectuais de renome no marxismo entraram nesse debate e deram importantes contribuições ao apresentar os limites do projeto desenvolvimentista. Consideramos, em nosso recorte, duas análises distintas, uma proposta por Armando Boito Jr., e outra por Plínio de Arruda Sampaio Jr., e Rodrigo Castelo. Como parâmetros, para tornar possível a comparação, utilizamos os seguintes temas: participação popular; comentários sobre o desenvolvimentismo clássico; o neodesenvolvimentismo e suas contradições; e, por fim, a crise do neodesenvolvimentismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/mvt.v5i8.8095

ISSN Eletrônico: 2358-9205

 

Indexadores:

 

          

   

 

    

 

oasisbr

   

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.