O ensino de Sociologia nos termos dos Parâmetros Curriculares Nacionais: uma crítica ontológica

Isadora Barreto Paiva, Susana Vasconcelos Jimenez

Resumo


O presente artigo partiu de um estudo monográfico que traz uma análise introdutória, fundamentada na crítica ontológica, do ensino da Sociologia no nível médio em escolas públicas brasileiras. Especificamente aqui, nos detivemos em expor o objeto em questão a partir de uma análise das determinações e dos encaminhamentos dados pelos documentos oficiais que abordam questões atinentes ao ensino de Sociologia, quais sejam: os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCNEM) e as Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN+). Percebemos, a partir da referida análise, que os paradigmas vigentes para o ensino de Sociologia nas escolas públicas brasileiras vem causando a perda de seu caráter de fazer com que os alunos se apoderem de uma perspectiva crítica. Verificamos, então, que tal ensino vem passando por um processo de obedecer, cada vez mais, à lógica capitalista de negação do conhecimento, a partir de mecanismos de alienação dos estudantes das escolas públicas, potenciais trabalhadores da classe operária.


Texto completo:

PDF


ISSN Eletrônico: 2358-9205

 

Indexação:

  

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.