Carta aberta de apoio ao intelectual terena Luiz Henrique Eloy Amado

A revista MovimentAção vem a público manifestar total apoio ao advogado terena, doutorando do Museu Nacional (UFRJ) e parecerista deste periódico, Luiz Henrique Eloy Amado, que vem sofrendo ataques por parte da Comissão do Agronegócio da OAB-MS nos últimos tempos por defender os interesses de seu grupo étnico-social judicialmente.

A revista dos pós-graduandos em sociologia do programa de mestrado da UFGD entende que a atuação de Luiz Henrique Eloy Amado frente a OAB está em perfeita consonância com os pressupostos éticos, morais e políticos almejados por uma sociedade democrática de direitos. O que significa dizer, desse modo, que é plenamente reconhecida a legitimidade de atuação de profissionais defensores do direito civil público, assim como, de representantes políticos de variados segmentos sociais que se encontram entre as casas legislativas e instituições da sociedade sob o argumento de defender os interesses de sua classe ou grupo.

Neste caso, a atuação do intelectual indígena, e cidadão brasileiro, é justa, legítima e coerente, no ato cívico de apoio jurídico, mobilização e consultoria sobre os direitos dos povos tradicionais indígenas, bem como monitoramento das ações ao setor do Agronegócio.

Desta forma, em nome de todo o corpo editorial e científico, endossamos a atuação das lideranças indígenas e colaboradores indigenistas na luta pelo direito à vida, dignidade, justiça e demarcação de terras. E nos juntamos a Boaventura de Sousa Santos para atestar a conduta ética e comprometida do trabalho jurídico e intelectual deste jovem advogado.

 

Conselho Editorial da Revista MovimentAção – PPGS/UFGD

 

Dourados, 07/10/2015