A interdisciplinaridade no ensino de filosofia para o ensino médio

Anderson Pedro Laurindo, Maria Aparecida Paes dos Santos

Resumo


A pesquisa realizada tem como objetivo, compreender como é possível relacionar a filosofia com outras áreas do conhecimento, frente ao processo interdisciplinar e sua aplicabilidade no âmbito escolar, a qual contempla a construção do conhecimento em outras áreas do saber pelo sujeito aprendiz em sua relação com o meio social e escolar, a partir da contribuição que fortalece a perspectiva da reflexão a respeito da prática docente e discente, os quais poderá propiciar uma maior aquisição do conhecimento teórico-prático na ação reflexiva, superando os desafios cotidianos existentes na aplicação da metodologia interdisciplinar. Este trabalho traz contribuições bibliográficas de Fazenda (1999, 2002, 2012) e Japiassu (1976) que argumentam sobre a interdisciplinaridade, bem como o aporte documental das leis 5692/71 e 9394/96 que também falam desta interdisciplinaridade em sala de aula. Isso tudo, de modo a construir-se uma compreensão de que o ensino interdisciplinar promove a formação do ser humano de forma integral, tornando-o autônomos, críticos e reflexivos em suas ações tanto estudante como o professor. Aqui se apresenta uma pesquisa com forte cunho bibliográfico, isso porque o que é desejado, é exatamente apresentar este arcabouço teórico que se acredita saber em demasia, mas que ao abrir uma conversa fundamentada sobre o tema, nota-se ainda uma certa dificuldade e superficialidade.


Palavras-chave


Interdisciplinaridade. Filosofia. Ensino Médio.

Texto completo:

PDF

Referências


BOCHNIAK, R. Questionar o conhecimento: interdisciplinaridade na escola. São Paulo: Loyola, 1992. 147p.

FAZENDA, I. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. 4 ed. Campinas: Papirus, 1999.

FAZENDA, I. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. 8 ed. Campinas: Papirus, 2012.

FAZENDA, I. Interdisciplinaridade: um projeto em parceria. 5 ed. São Paulo: Loyola, 2002.

FAZENDA, I. Interdisciplinaridades: história, teoria e pesquisa. Campinas: Papirus, 1994.

GONTIJO, P. Didática para além da didática. In: Ensinar Filosofia: volume 2, organizadores CARVALHO, M, CORNELLI, G. Cuiabá, MT: Central de texto, 2013.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e Patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

LAURINDO, A. P. Interdisciplinaridade e ensino: espaços para reflexão na formação de professores. 2017.

MAQUIAVEL, N. O Príncipe. São Paulo: Hunter Books, 2011. 208 p.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília, 1997.

RIBEIRO, R. J. A fortuna aristocrática. Ensaio de filosofia e de política. São Paulo: Companhia das Letras, 1993. p.19-38.

RIBEIRO, R. J. Ética e politica na modernidade. In: Ensinar Filosofia: volume 3, organizadores CARVALHO, M, CORNELLI, G. Cuiabá, MT: Central de texto, 2013.

SAVIANI, D. Escola e democracia. 24ª ed., São Paulo, Cortez, 1991, 103 p.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 8ª ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2003.

SOUZA, C. S. A “natureza” transdisciplinar da filosofia. In: HENRIQUE, Ana Lúcia Sarmento; SOUZA, Cristiano Samir (Orgs.). Transdisciplinaridade e complexidade. Natal, RN: CEFET, 2005, p. 108-131.




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v7i13.9949

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.