As dificuldades pedagógicas em diversas fases da carreira de professores de educação física na educação básica

Hugo Norberto Krug, Rodrigo de Rosso Krug, Marilia de Rosso Krug, Moane Marchesan Krug, Cassiano Telles

Resumo

O estudo objetivou identificar e analisar as percepções de professores de Educação Física (EF) da Educação Básica (EB), de uma rede de ensino público, de uma cidade do interior do estado do Rio Grande do Sul (Brasil), em diferentes fases na carreira docente, sobre as suas dificuldades pedagógicas no cotidiano escolar. Caracterizamos a pesquisa como qualitativa do tipo estudo de caso. O instrumento de pesquisa foi um questionário. A interpretação das informações coletadas foi por meio da análise de conteúdo. Participaram vinte e cinco professores de EF da EB da referida rede de ensino e cidade, sendo cinco de cada fase da carreira docente (entrada; estabilização; diversificação; serenidade e/ou conservantismo; e, desinvestimento). Concluímos que, as dificuldades pedagógicas no cotidiano escolar permeiam todas as fases da carreira dos professores de EF da EB e que as principais foram “as condições de trabalho difíceis/precárias”, “o baixo salário” e “a indisciplina dos alunos”.

Palavras-chave

Educação Física. Fases da carreira docente. Dificuldades pedagógicas.

Texto completo:

PDF

Referências

ABRAHAN, A. El mundo interior de los ensiñantes. Barcelona: Gedisa, 1987.

AFONSO, M.R. et al. Educação Física Escolar na busca de um diagnóstico. In: PEREIRA, F.M.; RIGO, L.C. (Orgs.). Educação Física, esporte e escola. Pelotas: Ed. da UFPel, 1996. p.9-37.

AQUINO, J.G. Apresentação. In: AQUINO, J.G. (Org.). Indisciplina na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1996. p. 7-8.

AZEVEDO, E.S. Perfil ambiental do espaço físico destinado à prática da Educação Física: um estudo realizado nas escolas da rede municipal de ensino da cidade de Pelotas/RS. In: PEREIRA, F.M. (Org.). Educação Física: textos do XV Simpósio Nacional de Ginástica. Pelotas: Ed. Universitária/UFPel, 1995.

BRACHT, V. et al. Pesquisa em ação: Educação Física na escola. Ijuí: Ed. UNIJUÍ, 2003.

CANFIELD, M. de S. et al. Os alunos gostam das aulas de Educação Física? In: PEREIRA, F.M. (Org.). Educação Física: textos do XV Simpósio Nacional de Ginástica. Pelotas: ESEF/UFPel, 1995. p. 75-86.

CANFIELD, M. de S. Planejamento das aulas de Educação Física: é necessário? In: CANFIELD, M. de S. (Org.). Isto é Educação Física! Santa Maria: JtC Editor, 1996. p.21-32.

CARMO, C.R.R. do; SANTOS, D.S. dos; LIMA, N.R. de. Dificuldades enfrentadas pelos professores de Educação Física das escolas públicas estaduais de um município ao norte do Brasil. Revista Acta Brasileira do Movimento Humano, Ji-Paraná, v.6, n.2, p.65-75, abr./jun. 2016.

CASTILHO, A.L.; CHARÃO, C.; LIGABUE, L. Quanto vale um professor? Revista Educação, São Paulo: Segmento, jun. 2004.

CAUDURO, M.T. Pesquisa: a construção de um conhecimento. In: CAUDURO, M.T. (Org.). Investigação em Educação Física e esportes: um novo olhar pela pesquisa qualitativa. Novo Hamburgo: FEEVALE, 2004.

CLARO JÚNIOR, R.S.; FILGUEIRAS, L.P. Dificuldades de gestão de aula de professores de Educação Física em início de carreira. Revista Mackenzie de Educação Física e Esportes, São Paulo, v.2, n.8, p.9-24, 2009.

CONCEIÇÃO, V.J.S. da et al. O perfil do professor de Educação Física no ensino fundamental em Santa Maria (RS). In: SIMPÓSIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA, XXIII, 2004, Pelotas. Anais, Pelotas: ESEF/UFPEL, 2004.

CONTREIRA, C.B. et al. As implicações da decisão de ser professor de Educação Física para a vida pessoal e profissional: a compreensão dos acadêmicos da licenciatura do CEFD/UFSM. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO, 14, 2009, Cachoeira do Sul. Anais, Cachoeira do Sul: ULBRA, 2009.

FLORES, P.P. et al. O percurso profissional de professores de Educação Física Escolar de Santa Maria, RS. Revista Digital Lecturas: Educación Física y Deportes, Buenos Aires, a.15, n.147, p.1-28, ago. 2010.

GATTI, B.A. A formação de professores e carreira: problemas e movimentos de renovação. Campinas: Autores Associados, 1997.

GATTI, B.A. Educação, escola e formação de professores: políticas e impasses. Educar em Revista, Curitiba, v.50, n.1, p.51-67, out./dez. 2013.

GHEDIN, E.; ALMEIDA, M.I.; LEITE, Y.V.F. Formação de professores: caminhos e descaminhos da prática. Brasília: Líber Livro, 2008.

GHIRALDELLI JÚNIOR, P. Educação Física progressista: a pedagogia crítica-social dos conteúdos e a Educação Física brasileira. São Paulo: Loyola, 1988.

GONÇALVES, J.A. A carreira das professoras do ensino primário. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 1992. p. 141-170.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto Editora, 1995. p. 31-62.

ILHA, F.R. da S.; KRUG, H.N. O professor de Educação Física Escolar e o stress na sua profissão. Revista InterMeio, Campo Grande, v.16, n.31, p.238-245, jan./jun. 2010.

ILHA, F.R. da S.; KRUG, H.N. O professor iniciante e a Educação Física Escolar: desafios que se somam. In: CONCEIÇÃO, V.J.S. da; FRASSON, J.S. (Orgs.). Textos e contextos sobre o trabalho do professor de Educação Física no início da docência. Porto Alegre: Sulina, 2016. p.181-204.

JESUS, S.N. de. Como prevenir e resolver o stress dos professores e a indisciplina dos alunos? Lisboa: ASA, 1999.

KRUG, H.N. A reflexão na prática pedagógica do professor de Educação Física, 1996. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 1996.

KRUG, H.N. Rede de auto-formação participada como forma de desenvolvimento profissional em Educação Física, 2004. Tese (Doutorado em Ciência do Movimento Humano) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2004.

KRUG, H.N. Vale a pena ser professor... de Educação Física Escolar? Revista Digital Lecturas: Educación Física y Deportes, Buenos Aires, a.13, n.122, p.1-7, jul. 2008.

KRUG, H.N. Comparação das dificuldades encontradas na prática pedagógica em Educação Física de acadêmicos em situação de Estágio Curricular Supervisionado e professores iniciantes na Educação Básica. Revista Gestão Universitária, Belo Horizonte, p.1-13, nov. 2017a.

KRUG, H.N. A precarização do trabalho docente em Educação Física na Educação Básica. Revista Gestão Universitária, Belo Horizonte, p.1-12, nov. 2017b.

KRUG, H.N.; KRUG, R. de R.; ILHA, F.R. da S. Professores iniciantes de Educação Física Escolar: os seus dilemas e sua gestão. Quaestio: Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, v.15, n.2, p.315-337, dez. 2013.

KRUG, H.N. et al. A cultura da Educação Física Escolar. Revista Temas em Educação, João Pessoa, v.25, n.1, p.61-77, jan./jun. 2016a.

KRUG. H.N. et al. A prática pedagógica de professores de Educação Física na educação básica: os seus dilemas e sua gestão. Revista Querubim, Niterói, a.12, n.29, v.02, p.19-24, 2016b.

KRUG, H.N. et al. As marcas docentes no início da carreira de professores de Educação Física na educação básica. Revista Triângulo, Uberaba, v.10, n.1, p.56-72, jan./jun. 2017a.

KRUG, H.N. et al. A representação social de si mesmo e da profissão docente de professores de Educação Física da educação básica. Revista Estudos Aplicados em Educação, São Caetano do Sul, v.2, n.4, p.49-63, jul./dez. 2017b.

KRUG, H.N. et al. Os desafios do cotidiano educacional de professores de Educação Física iniciantes na educação básica. Revista Didática Sistêmica, Rio Grande, v.19, n.2, p.14-28, 2017c.

KRUG, H.N. et al. As dificuldades enfrentadas pelos acadêmicos de Educação Física em situação de Estágio Curricular Supervisionado frente aos alunos com deficiência. Revista Itinerarius Reflectionis, Jataí, v.13, n.1, p.1-13, 2017d.

KRUG, H.N. et al. As dificuldades na prática pedagógica de professores de Educação Física na percepção da gestão escolar. Revista e-Mosaicos, Rio de Janeiro, v.7, n.14, p.122-137, abr. 2018.

KRUG, H.N.; KRUG, R. de R. Problemas/dificuldades/dilemas/desafios da formação profissional e da prática pedagógica de professores de Educação Física. Revista Biomotriz, Cruz Alta, v.13, n.2, p.1-22, ago. 2018.

KRUG, H.N.; KRUG, R. de R.; TELLES, C. Pensando a docência em Educação Física: percepções dos professores da educação básica. Revista Di@logus, Cruz Alta, v.6, n.2, p.23-43, 2017.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: E.P.U., 1986.

LUFT, C.P. Mini Dicionário Luft. São Paulo: Ática/Scipione, 2000.

LUIZARI, D.C.M. Estudo dos ciclos de vida e de carreira, inclinação profissional e crenças pessoais, 2006. Dissertação (Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional) – Universidade de Taubaté, Taubaté, 2006.

MARCONDES, M.I. O papel pedagógico político do professor: dimensões de uma prática reflexiva. Revista de Educação ABC, n.104, p.35-44, 1997.

MARQUES, M.N. et al. Os desafios do cotidiano educacional: o caso da Educação Física. Revista Roteiro, Joaçaba, v.40, n.1, p.187-206, 2015.

MOLINA NETO, V. Etnografia: uma opção metodológica para alguns problemas e investigação no âmbito da Educação Física. In: MOLINA NETO, V.; TRIVIÑOS, A.N.S. (Orgs.). A pesquisa qualitativa em Educação Física: alternativas metodológicas. Porto Alegre: Sulina, 2004.

NOGUEIRA, S.A. et al. Dilemas enfrentados pelo professor de Educação Física da rede pública. Revista Acadêmica de Formação de Professores Agora, Santos, v.2, n.3, p.1-17, jul. 2017.

ONOFRE, M.S.; FIALHO, M. Diagnóstico dos problemas da prática pedagógica em Educação Física: o caso dos professores estagiários. In: CONGRESSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E CIÊNCIA DO DESPORTO DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA, 4., 1995, Coimbra. Anais, Coimbra: Universidade de Coimbra, 1995. p.EF-45.

PEDREIRA, J.C.S. Análise da influência do espaço arquitetônico nas atividades lúdicas em escolas de jardim de infância da rede pública do Distrito Federal, 2000. Monografia (Especialização em Educação Física) – Universidade de Brasília, Brasília, 2000.

PERRENOUD, Ph. Dez novas competências para ensinar: convite à viagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

PILETTI, C. Didática geral. 19. ed. São Paulo: Àtica, 1995.

RODRIGUES, A.; ESTEVES, M. Análise de necessidades na formação de professores. Porto: Porto Editora, 1993.

ROMERO, E. Estudo sobre estereótipos sexuais em professores de Educação Física do Rio Grande do Sul. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE GINÁSTICA, 14., 1993, Pelotas. Anais, Pelotas: ESEF/UFPel, 1993. p. 24.

RUFINO, L.G.B.; BENITES, L.C.; SOUZA NETO, S. de. Os desafios para o desenvolvimento do trabalho docente na perspectiva de professores de Educação Física. Revista Corpoconsciência, Cuiabá, v.21, n.03, p.55-65, set./dez. 2017.

SAMPAIO, M. das M.F.; MARIN, A.J. Precarização do trabalho docente e seus efeitos sobre as práticas curriculares. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v.25, n.89, p.1203-1225, set./dez. 2004.

SANTOS, M. dos et al. Dificuldades pedagógicas encontradas por professores de Educação Física no início da docência. Revista Querubim, Niterói, a.12, n.28, v.03, p.32-38, 2016.

SANTOS, N. de S.; MENDES, J. de S.; LADISLAU, C.R. Educação Física Escolar: dificuldades e estratégias. In: CONGRESSO SUDESTE DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, V., Campinas, 2014. Anais, Campinas: CBCE, 2014.

SOMARIVA, J.F.G.; VASCONCELLOS, D.I.C.; JESUS, T.V. de. As dificuldades enfrentadas pelos professores de Educação Física das escolas públicas do município de Braço do Norte. In: SIMPÓSIO SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES (SIMFOP) ‘Educação Básica: desafios frente ás desigualdades educacionais’, V., 2013, Tubarão. Anais, Tubarão: Campus Universitário de Tubarão, 2013. p.1-14.

TANI, G. Estudo do comportamento motor, Educação Física Escolar e preparação profissional em Educação Física. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, v.6, n.1-2, 1992.

TELLES, C.; KRUG, H.N. Os Estágios Curriculares Supervisionados de Educação Física em dias de chuva: um estudo de caso na Licenciatura do CEFD/UFSM. Revista Gestão Universitária, Belo Horizonte, p.1-12, out. 2014.

TRIVIÑOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em ciências sociais – pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

TURATO, E.R. Tratado da metodologia da pesquisa clínico-qualitativa: construção teórico-epistemológica, discussão comparada e aplicação nas áreas da saúde e humanas. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

XAVIER, T.P. Método de ensino em Educação Física. São Paulo: Manole, 1986.

WÜRDIG, R.C. Dos bancos universitários aos pátios escolares: da formação inicial à prática pedagógica dos professores de Educação Física. In: VERONEZ, L.F.; MENDES, V. (Orgs.). XVIII Simpósio Nacional de Educação Física. Coletânea de textos e resumos. Pelotas: UFPel, 1999. p.143-151.