O futebol em Ruy Castro: notas sobre as produções biográficas de Nelson Rodrigues e Garrincha

Natasha Santos-Lise, Gisele Dall'Agnol Musse, André Mendes Capraro

Resumo


O objetivo do texto é analisar a construção da narrativa biográfica de Ruy Castro, a partir das obras “O Anjo Pornográfico” e “Estrela Solitária”, tomando por base as relações de texto e contexto de Antonio Candido (2000), já que se considera, aqui, a biografia enquanto gênero literário de fronteira. A partir da análise, conta-se com duas narrativas de naturezas distintas e inversas: uma voltada à construção de um ícone, a partir da superação de uma série de “ímãs demoníacos”; e outra voltada à narrativa de desconstrução de um herói, a partir da destruição de mitos e revelação da doença (alcoolismo).

Palavras-chave


Literatura. Biografia. Gênero de Fronteira. Futebol.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, F. M. R. F. “Com Brasileiro Não Há Quem Possa”: futebol e identidade nacional em José Lins do rego, Mário Filho e Nelson Rodrigues. São Paulo: Unesp, 2004.

AVELAR, A. de S. A biografia como escrita da História: possibilidades, limites e tensões. Dimensões, vol. 24, 2010, p. 157-172.

BORGES, V. P. Grandezas e misérias da biografia. In: PINSKY, C (Org.). Fontes Históricas. 2ª ed. São Paulo: Contexto, 2008. pp. 203 – 233.

CANDIDO, A. et. al. A Crônica. Campinas: Editora da Unicamp, 1992.

CANDIDO, A. Literatura e Sociedade. São Paulo: Queiroz, 2000.

CAPRARO, A. M. Identidades Imaginadas: Futebol e Nação na Crônica Esportiva Brasileira do Século XX. Curitiba: Departamento de História da Universidade Federal do Paraná (Tese de Doutorado), 2007.

CASTRO, Ruy. O anjo pornográfico: a vida de Nelson Rodrigues. São Paulo, Companhia das Letras, 1992.

CASTRO, Ruy. Estrela solitária: um brasileiro chamado Garrincha. São Paulo, Companhia das Letras, 1995.

CASTRO, Ruy. Há 25 anos. Folha de São Paulo, 25 jan. 2013. Disponível em: . Acesso em: 27 mar. 2013.

CASTRO, R. In CÂNDIDO. Um escritor na biblioteca – Ruy Castro. 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2018.

CENTRO CULTURAL BARCO. Ruy Castro fala sobre biografia. 11 mar. 2013. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2013.

FACINA, A. Santos e Canalhas: uma análise antropológica da obra de Nelson Rodrigues. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

GLOBOPLAY. Ruy Castro fala sobre sua história com o álcool. 27 jun. 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2018.

HALBWACHS, M. A Memória Coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

HOLANDA, S. B. de. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico: de Rousseau à internet. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

LITERATURA NA AQRQUIBANCADA. Garrincha, a estrela solitária. 12 jan. 2012. Disponível em: . Acesso em: 28. mar. 2013.

LOWENTHAL, D. Knowing the Past. In: The Past is a Foreign Country. 11ed. United Kingdom: Cambridge University Press, 2003.

LUCA, T. R. de. A História nos, dos e por meios dos periódicos. In: PINSKY, C (Org.). Fontes Históricas. 2ª ed. São Paulo: Contexto, 2008. pp. 203 – 233.

TAVALER, S.; COSTA, V. L. de M. Biografia em Educação Física: sua problemática e abrangência. Revista de Educação Física/UEM Maringá, v. 21, n. 1, p. 313-320, 2. trim. 2010.

SANTOS, N. Freud explicaria isso? Os sentimentos e ressentimentos do futebol em Nelson Rodrigues (1951- 70). Curitiba: Departamento de História da Universidade Federal do Paraná (Dissertação de Mestrado), 2012.

SCHMIDT, B. B. Construindo Biografias... Historiadores e Jornalistas: Aproximações e Afastamentos. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.10, n. 19, 1997.




DOI: https://doi.org/10.30612/rehr.v12i24.8936

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.