As representações do feminino na educação rio-grandense segundo o discurso positivista (1889-1930)

Clarisse Ismério

Resumo


A educação feminina no Rio Grande do Sul foi marcada pela influência do discurso positivista, que elegeu a mulher sua grande guardiã, mas ao mesmo tempo reforço a mentalidade baseada na moral conservadora que tinha como objetivo tirar a mulher do campo profissional e científico. Restringindo-a ao espaço privado, alegando que era irracional e não tinha controle de seus impulsos. Somente presa ao lar e tutelada pelo homem, poderia exercer uma influência positiva.

Palavras-chave


Educação. Positivismo. Representação.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.