O álbum gráfico de Mato Grosso e o processo de modernização da economia do Estado na década de 1910

Gilmara Yoshihara Franco, Wander Scalfoni de Melo

Resumo


Na década de 1910 verificou-se em Mato Grosso um processo de racionalização política e de modernização econômica. Aquele era um período em que a afluência de capitais estrangeiros chegava às mais diversas partes do mundo. Para divulgar as potencialidades da região e atrair investimentos, o governo local, juntamente com alguns empresários, patrocinou a publicação de uma obra propagandística intitulada Álbum Gráfico de Mato Grosso, que veio a lume em 1914. Trata-se de uma obra composta por textos e imagens, produzida em papel de alta qualidade que procurava descrever, com riqueza de detalhes, a história local, e apresentar, “a quem pudesse interessar”, os principais ramos da economia, o sistema de transporte e a infraestrutura administrativa do Estado. Pouco mais de um século após a publicação original, o presente artigo busca compreender como seus autores/organizadores, pessoas vinculadas à elite mato-grossense, percebiam as transformações pelas quais passava a realidade econômica local. Nesse sentido, tomando como instrumental analítico as categorias formuladas por Reinhart Koselleck, espaço de experiência e horizonte de expectativa, procurou-se verificar quais eram as expectativas, contradições e incertezas com relação ao futuro, passíveis de serem percebidas por meio de uma análise qualitativa dos textos que compõem o Álbum Gráfico de Mato Grosso.

Palavras-chave


Mato Grosso. Álbum Gráfico. Economia.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.