Sebastianópolis, ou o Rio de Janeiro em vários tons

Stela de Castro Bichuette

Resumo


A cidade do Rio de Janeiro, muitas vezes chamada de Sebastianópolis por Adelino Magalhães, será o foco deste trabalho, o qual se desenvolvera tomando como ponto de partida a visão caleidoscópica que o autor tinha da então capital federal. Os seus contos trazem para o período do começo do século XX uma literatura de cunho mais social, buscando revelar uma cidade diferente da dos ideais republicanos de higienização, de ordem e de progresso, ou seja, de um modelo de Brasil moderno que a elite política pretendia naquele inicio de século.

Palavras-chave


Adelino Magalhães. Pré-Modernismo. Literatura urbana.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.