O exército encantado de São Sebastião: as evidências da crença sebastianista na Guerra do Contestado (1912-1916)

Eduardo Rizzatti Salomão

Resumo


O presente artigo tem por objetivo analisar as evidências da relação do mito do “Exército de São Sebastião” (mártir católico) presente na Guerra do Contestado (1912-1916), com o mito sebastianista: a crença no retorno do rei D. Sebastião, desaparecido na batalha de Alcácer Quibir em 1578. Através de um processo de reelaboração dos símbolos e significados da religiosidade, no Contestado não mais o rei Encoberto (D. Sebastião), mas o mártir católico (São Sebastião) é quem entrara em cena no comando de um Exército encantado para restaurar a monarquia.

Palavras-chave


Contestado. Sebastianismo. Sincretismo religioso.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.