Chamada para dossiê Futebol, biografias e memórias

Há muito se escreve sobre o futebol no Brasil. Ainda que o tema tenha alcançado legitimidade como objeto de pesquisas acadêmicas apenas na passagem dos anos 1970 para os 1980, uma considerável produção pôde ser verificada desde as décadas iniciais de sua prática. A imprensa dedicou progressivo espaço àquele esporte. Se em um momento inicial a ênfase era no jogo e na assistência, não tardou para que os personagens passassem a despertar interesse dos periodistas, com a exploração de suas trajetórias de vida e de seus aspectos psicológicos. Nesse movimento, as memórias que se constituíam acerca do percurso que a prática vivenciara em diferentes centros nacionais também ganhava as páginas de jornais e revistas, a exemplo da célebre coluna Da primeira fila mantida por Mario Filho em O Globo, nos anos 1940.

Mesmo que de forma esporádica, verificou-se a constituição de um nicho editorial desde a primeira metade do século XX, com a publicação de livros de memórias sobre o tema, como foi o caso do pioneiro Grandezas e misérias do nosso futebol do ex-jogador Floriano Peixoto Corrêa. Desse escrito precursor até os dias de hoje, uma infinidade de títulos ganhou o mercado, com destaque para biografias de atletas, treinadores e dirigentes e compilações sobre as trajetórias dos clubes.

Não coube apenas aos periodistas e ao setor editorial elaborar relatos memorialísticos e biográficos. Outras linguagens também se encarregaram disso, tais como a charge, a fotografia e o cinema. Igualmente nessas produções poderia se observar a mobilização de visões sobre o jogo que recorriam a narrativas consagradas ou que tentavam estabelecer uma nova gramática sobre o percurso daquela prática esportiva e seus personagens.

Mais recentemente, instituições de memórias e de pesquisa têm despendido esforços para o registro de relatos de vida de figuras reconhecidas ou de anônimos que se relacionam à trajetória do futebol no Brasil em suas variadas manifestações, das práticas profissional e amadora às vivências torcedoras.

A chamada para o dossiê Futebol, biografias e memórias abre espaço para artigos que, em perspectiva histórica, investiguem as escritas biográficas e memorialísticas sobre o futebol. Serão aceitos trabalhos que abordem o tema a partir das mais variadas fontes, considerando-se a diversidade de possibilidades de produção de relatos dessa natureza e dos enquadramentos analíticos que podem ser adotados para examiná-las.

Envio de artigos até 24/8/2018.

Organizadores: Bernardo Borges Buarque de Hollanda (CPDOC-FGV) e Raphael Rajão Ribeiro (CPDOC-FGV).