Ilhas de calor em Teresina-PI: episódios de verão

Kleyson Campêlo de Araújo, Carlos Sait Pereira de Andrade

Resumo


Mapear ilhas de calor em evidência na cidade de Teresina, capital do estado do Piauí, constitui objetivo central deste trabalho. Utilizou-se transectos móveis combinados com pontos fixos para mensurações de temperatura do ar, umidade relativa do ar e velocidade dos ventos. Essas mensurações foram realizadas nos dias 03, 05, 07, 10, 12 e 14 de março de 2013. Os dados obtidos resultaram na confecção de cartas de isotermas e isoígras através de um Sistema de Informação Geográfica, que permitiram identificar ilhas de calor em diversos pontos da cidade. Uma vez que uma discussão dessa natureza enseja a análise da dinâmica meteorológica regional à compreensão da atmosfera urbana nos episódios escolhidos, embasou-se em cartas sinóticas fornecidas pelo site da Marinha do Brasil e imagens coloridas do satélite Goes 12 e13 do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. A geometria urbana, a poluição de veículos automotores, os materiais de construção, os pequenos corpos hídricos, entre outros, são exemplificados como elementos do Sistema Clima Urbano teresinense capazes de compor realidades mesoclimáticas e microclimáticas singulares. No dia 03, por exemplo, formou-se célula e ilha de calor com amplitudes térmicas de 6ºC e 4,1ºC, respectivamente.

Palavras-chave


Ilhas de calor. Clima urbano. Teresina-PI. Transectos móveis. Sistema de Informação Geográfica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Marcos M. de. Relação entre uso e ocupação dos solos e variáveis climáticas: estudo em bairros da cidade de Teresina, Piauí. Teresina: Universidade Federal do Piauí, Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente), 2012.

AMORIM, M. Cristiane de C. T. Intensidade e formas de ilhas de calor urbana em Presidente Prudente/SP: episódios de inverno. Santa Catarina: Revista Geosul, v. 20, n. 39, p. 65-82, jan./jun.2005a.

___________. Ilhas de Calor em Birigui/SP. Revista Brasileira de Climatologia, v. 1, nº 1, dezembro de 2005b.

AMORIM, M. Cristiane de C. T.; MINAKI, C. Clima urbano em Guararapes/SP: episódios de verão e de inverno. Geografia, Rio Claro, v. 32, nº 2, p. 295-318, maio./ago. 2007.

___________. Climatologia e gestão do espaço urbano. Ceará: Revista Mercator –Número especial, dezembro de 2010, p. 71-90.

ANDRADE, C. S. P de. A climatologia da cidade de Teresina – PI: as variantes topoclimáticas nos espaços livres. Recife: Universidade Federal de Pernambuco, Tese de Doutorado, 2009.

ARAÚJO, Kleyson Campêlo. Espaço Urbano e Climatologia: ilhas de calor em evidência na cidade de Teresina-PI. 2014. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Geografia. Universidade Federal do Piauí. Teresina, 2014.

BERTALANFFY, L.von. Teoria Geral dos Sistemas: Fundamentos, desenvolvimento e aplicações. 4ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2009.

BRANCO, A. E. O desenho urbano e sua relação com o microclima: um estudo comparativo entre duas áreas centrais em Teresina – Piauí. Universidade de Pernambuco (Dissertação de mestrado), 2001.

CHRISTOFOLLETI, A. Definição e classificação dos sistemas. In Análise dos sistemas em geografia. São Paulo: HUCITEC, Ed. Da Universidade de São Paulo (USP), 1979.

FEITOSA, Sônia Mª R. Alterações climáticas em Teresina-PI decorrentes da urbanização e supressão de áreas verdes. Teresina: Universidade Federal do Piauí, Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente), 2010.

HABITAT. Planificación y diseño de uma movilidad urbana sostenible: Orientaciones para políticas. 1ª ed. Nova Iorque: ONU, 2013.

KALLAS, Luana Miranda E. Desenhando com o clima e a vegetação: um estudo de caso do loteamento HBB em Teresina-PI. Brasília: Universidade de Brasília, Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo), 2008.

LIMA, G N. Características do clima de Nova Andradina. Universidade Estadual Paulista (UNESP), Dissertação de Mestrado, 2011.

LOMBARDO, M. A. Ilhas de calor nas metrópoles: o exemplo de São Paulo. 1ª ed. São Paulo: HUCITEC, 1985.

MENDONÇA, F.; DANNI – OLIVEIRA, I. M. Climatologia: noções básicas e climas do Brasil. 1ª ed. São Paulo: Oficina de Texto, 2007.

MONTEIRO, C. A. de F. Caracteres climáticos de Teresina in Plano de Desenvolvimento Local Integrado. Prefeitura de Teresina: Conplan S.A, 1969.

MONTEIRO, C. A. de F. Teoria e Clima Urbano. São Paulo: Instituto de Geografia da USP. Série Teses e Monografias, nº 25, 1976.

____________. Adentrar na cidade para tomar-lhe a temperatura. GEOSUL - Revista do Departamento de Geociência. Nº 9, Ano V, Primeiro semestre de 1990, pp. 61-79.

ORTIZ, F. F. O clima urbano de Cândido Mota: análise do perfil térmico e higrométrico em episódio de verão. Universidade Estadual Paulista (UNESP), Dissertação de Mestrado, 2011.

SILVA, Caio Frederico e. Caminhos Bioclimáticos: desempenho ambiental de vias públicas na cidade de Teresina-PI. Brasília: Universidade de Brasília (UNB), Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo), 2009.

SILVEIRA, A. L. R. C. Parâmetros bioclimáticos para avaliação de conjuntos habitacionais multifamiliares na região tropical subúmida do Brasil. Universidade de Brasília (UNB), Tese de Doutorado, 2007.

UGEDA JR. J. C. Clima Urbano e Planejamento na Cidade de Jales-SP. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Tese de Doutorado, 2011.




DOI: https://doi.org/10.30612/el.v8i16.8070

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.