Manifestações da cultura e do sagrado em Barreiras e Angical – Bahia

Evanildo Santos Cardoso

Resumo


Este texto destaca as principais manifestações culturais dos municípios de Barreiras e Angical, localizados no Oeste Baiano, no âmbito da religião e de seus simbolismos. Dentre as várias manifestações culturais vivenciadas, estão as crenças e lendas, os folguedos e folias,
o artesanato, as festas de colheitas, e o calendário agrícola. O projeto de iniciação científica em questão contou com apoio financeiro do PIBIC/Fapesb. Trata-se de uma investigação cultural que visa inventariar seis municípios do Oeste da Bahia. Para tanto, foram realizadas
entrevistas com líderes e coordenadores de cultura. Para a elaboração do inventário que prevê o reconhecimento do papel que a cultura exerce em um determinado espaço geográfico e nele se territorializa, optamos por discutir o tema a partir da descrição de símbolos materiais e imateriais. Os territórios, onde são expressas as manifestações culturais, são concebidos e percebidos como sínteses das resistências de um povo diante de outros valores culturais mais voltados ao consumo e prazer. Nesse intuito, salientamos a importância da permanência do
sagrado como fonte de fé, rito, encontro e resistência cultural.


Palavras-chave


inventário cultural; território; festa; Barreiras.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.