A avaliação do aluno surdo no ensino regular

Cristiane Viana de Oliveira, Francimar Batista Silva, Vera Lucia Gomes

Resumo


A presente pesquisa teve como interesse principal, entender as diferentes formas que o aluno surdo pode ser avaliado no ensino regular. A metodologia utilizada foi a bibliográfica utilizando autores como ANACHE (2012), LIMA (2008) e LOPES (2014). Sabemos que a avaliação pedagógica sempre foi tema de inúmeras discussões e pesquisas. Ao falarmos em avaliação de alunos com Surdez, então, o problema torna-se mais complicado e preocupante. Contudo, discutir a avaliação como um processo mais complexo diante do grande número de alunos que se enquadram no fracasso escolar, dos mecanismos que o constituem e das possibilidades de diminuir o processo de exclusão causado por ela, torna-se fundamental para possibilitarmos o acesso e a permanência com sucesso dos alunos com deficiência na escola. Abordaremos autores como QUADROS (2006) que ressalta a importância da Língua Brasileira de Sinais e do tradutor intérprete no aprendizado do aluno surdo, tendo como foco principal compreender as estratégias utilizadas atualmente para se avaliar um aluno surdo e MANTOAN (2003) que aborda sucesso da aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v7i19.6991

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.