A educação de surdos contada por meio de selos postais

Cássia Geciauskas Sofiato, Lucia Helena Reily

Resumo


A educação de surdos, que ascende ao cenário histórico a partir do século XVI, foi documentada de diferentes formas e em diversos meios por uma série de autores e/ou partícipes de diferentes países. Os personagens e eventos relativos à trajetória da educação dos surdos ganharam representação em ilustrações, estátuas, e também no cinema, entre outros. Dentre os variados suportes que configuram simbolicamente a história da surdez, temos a documentação filatélica, mais especificamente, o selo postal comemorativo. O objetivo deste estudo bibliográfico e documental é o de verificar como a história da educação de surdos foi reproduzida nos selos postais de países da América e da Europa, nos séculos XX e XXI. O método utilizado na pesquisa contemplou o levantamento de selos online relacionados à deficiência em geral e à educação de surdos especificamente. Os selos foram localizados em coleções acessadas online, sendo agrupadas e analisadas segundo: 1) personalidades envolvidas com o ensino do surdo, 2) eventos  realizados, 3) recursos utilizados no atendimento e 4) língua de sinais. Ainda que os selos postais não permitam vislumbrar como se deram os processos de constituição histórica de educação de surdos nos vários países representados, o estudo evidencia a valorização do campo por meio de alguns marcos significativos que os países elencaram como destaque.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v7i19.6986

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.