CIÊNCIA, CONHECIMENTO CIENTÍFICO E IDEAIS DE CIENTIFICIDADE NO ENSINO E NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS

Fabricio do Nascimento

Resumo


Neste artigo são discutidos os principais aspectos epistemológicos que fundamentam  e  orientam  a  atividade  científica  e  analisadas  suas  influências  no ensino-aprendizagem  das  ciências  e  na  formação  de  professores  desta  área  de conhecimento.  Segundo  a  perspectiva  sócio-histórica  e  a  idéia  de  ciência  como processo  em permanente  construção,  considera-se que os  ideais de  cientificidade, que  impõem  à  ciência  critérios  e  finalidades,  são  transpostos  acriticamente  ao ensino de Ciências,  transformando-se  em  obstáculos  epistemológicos  e  didáticos, os quais influenciam as práticas cotidianas dos sujeitos e a atuação de professores. Preconiza-se  a  urgente  necessidade  de  oferecer  aos  professores  de Ciências  uma sólida formação científica, numa perspectiva reflexiva, crítica e cidadã. Refletindo e  atuando  criticamente  sobre  seu  papel  e  sobre  as  possibilidades  educativas  do ensino de Ciências, poderão auxiliar os alunos a construírem saberes estratégicos e a realizarem uma  leitura mais elaborada da realidade em que vivem, com vistas à sua transformação. 

Palavras-chave


Ciência e ensino de Ciências, Epistemologia e didática do ensino de Ciências, Formação de professores de Ciências.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.