A formação docente na universidade: ensino, pesquisa e extensão

Renata Machado de Assis, Naiêssa Araújo Bonifácio

Resumo


Este artigo apresenta parte da fundamentação teórica de uma pesquisa desenvolvida Campus Jataí, Universidade Federal de Goiás, que investigou a produção científica dos alunos do curso de licenciatura em Educação Física. No recorte, aqui apresentado, enfocamos a Universidade como uma instituição de papel fundamental (embora não determinante) na formação dos acadêmicos, por lhes proporcionar um importante crescimento, não só profissional, mas também pessoal. Isto pode ser viabilizado por meio da articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão. Não podemos negar a importância da produção do conhecimento na Universidade, e sua relevância na formação, especificamente no caso das licenciaturas, que visam contribuir na formação do professor que ingressará na carreira do magistério e terá que enfrentar diversidades e, diante disso, construir sua prática docente contextualizada, conforme a realidade encontrada.

Palavras-chave


universidade; formação do professor; produção do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, M. Pesquisa, Formação e Prática Docente. In: ANDRÉ, M. (Org.).

O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas:

Papirus, 2001. p. 55 – 69.

ARAGÃO, M. G. S. et al. Projeto político pedagógico para o curso de

Educação Física: caminhos percorridos. In: Anais do XI Congresso

Brasileiro de Ciências do Esporte. Florianópolis - SC, 1999.

BAGNO, M. Pesquisa na escola: o que é, como se faz. São Paulo: Edições

Loyola, 2001.

BRASIL, Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação:

Lei (9394/96). Apresentação de Carlos Roberto Jamil Cury. Rio de Janeiro: DP & A, 2005.

BRZEZINSKI, I. Licenciaturas – qualidade, interdisciplinaridade e verticalidade do saber na formação inicial e continuada de professores. In.: BRZEZINSKI, I; (Org.). Formação de professores: um desafio. Goiânia: UCG, 1996a. p. 63-78.

BRZEZINSKI, I. Pedagogia, pedagogos e formação de professores: busca

e movimento. Campinas: Papirus, 1996b.

CALAZANS, M. J. C. A iniciação científica: um aprendizado do trabalho

científico da realidade social. In: MOREIRA, A. F. B. (Org.). Conhecimento

educacional e formação do professor: questões atuais. São Paulo: Papirus, 1994. p. 61 - 70.

CHAVES, M.; GAMBOA, S. S. Prática de ensino: formação profissional e

emancipação. Maceió: EDVFAL, 2000.

COÊLHO, I. M. Formação do educador: dever do estado, tarefa da

universidade. In: BICUDO, M. A. V.; SILVA JÚNIOR, C. A. da (Orgs.).

Formação do educador: dever do estado, tarefa da universidade. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1996. p. 17 - 43.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. Campinas: Autores Associados, 2003.

DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e educativo. São Paulo: Cortez,

FÁVERO, M. de L. de A. Produção e apropriação do conhecimento da

universidade. In: MOREIRA, A. F. B. (Org.). Conhecimento educacional e

formação do professor: questões atuais. São Paulo: Papirus, 1994. p. 53-70.

GARCIA, R. L. O papel social da universidade e sua repercussão na

formação de professores. Revista Movimento: Revista da Faculdade de

Educação da Universidade Federal Fluminense. Niterói: PP & A, nº 2 ,

setembro, 2000. p. 67 - 79.

GATTI, B. A. Formação de professores e carreira: problemas e

movimentos de renovação. Campinas: Autores Associados, 1997.

GORI, R. M. de A. A inserção do professor iniciante de Educação Física na

escola. Belo Horizonte: UFMG, 2000. Dissertação (Mestrado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais.

GUIMARÃES, V. S. Formação de professores: saberes, identidade e

profissão. Campinas: Papirus, 2004.

KRUG, D. F. A formação de profissionais em Educação Física. In: Anais do

XI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte. Florianópolis, setembro,

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F. de; TOSCHI, M. S. Educação escolar:

políticas, estrutura e organização. São Paulo: Atlas, 2003.

LÜDKE, M. A pesquisa na formação do professor. Campinas, SP: Papirus,

LÜDKE, M. A pesquisa na formação do professor. In: FAZENDA, I. C. A.(Org.). A pesquisa em educação e as transformações do conhecimento.

Campinas: Papirus, 1997. p. 111 - 120.

LÜDKE, M. Formação inicial e construção da identidade profissional de

professores do primeiro grau. In: Anais VIII ENDIPE, Florianópolis: INEP,

a. V. II, p. 311-322.

LÜDKE, M. Os professores e sua socialização profissional. In: REALI, A.

M. de M. R.; MIZUKAMI, M. da G. N. (Orgs.). Formação de professores:

tendências atuais. São Carlos: EDUFSCar, 1996b, p. 25-46.

LÜDKE, M. Sobre a socialização profissional de professores. Cadernos de

Pesquisa, São Paulo, n.99, p. 05-15, 1996c.

MENEZES, L. C. de. Políticas de formação de professores: a universidade

em questão. In: LISITA, V. M. S. S. (Org.). Formação de professores:

políticas, concepções e perspectivas. Goiânia: Alternativa, 2001. p. 35 - 41.

PAIVA, A. C. de; TAFFAREL, C. N. Z. Profissionais da educação física e

esportes: formação e prática – uma análise da produção acadêmica de 1996 a 2001. In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte. Caxambu, outubro, 2001. CD-ROM.

PÉREZ GÓMEZ, Á. I. La función y formación del profesor/a en la

enseñanza para la comprensión. Diferentes perspectivas. In: GIMENO

SACRISTÁN, J.; PÉREZ GÓMEZ, A. I. Compreender y transformar la

enseñanza. Madrid: Morata, 1992. p. 398-427.

SACRISTÁN, J. G. Consciência e acção sobre a prática como libertação

profissional dos professores. In.: NÓVOA, A. (Org.). Profissão professor.

Porto: Porto Editora, 1995, p. 61-92.

SANTOS, L. L. C. P. Dilemas e perspectivas na relação entre ensino e

pesquisa. In: ANDRÉ, Marli (Org.). O papel da pesquisa na formação e na

prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001. p. 11 – 26.

SCHÖN, D. A. Formar professores como profissionais reflexivos. In.:

NÓVOA, Antônio (Org.). Os professores e sua formação. Lisboa: Dom

Quixote, 1992.

SILVA, M. S. da. Formação profissional em Educação Física: profissionalidade e saberes. FIEP Bulletin. Foz do Iguaçu, v.75, edição especial, p. 22 – 25, 2005. Disponível em: http://www.boletimef.org/?canal=12&file=1224. Acesso em: 04/08/2006.

SILVA, V. R. Projetos de extensão e formação profissional na licenciatura

em Educação Física. Jataí-GO: CAJ/UFG, 2001. Monografia (Licenciatura

em Educação Física) – Curso de Educação Física, Campus Jataí,

Universidade Federal de Goiás, 2001.

VASCONCELOS, M. L. M. C. A formação do professor de 3º Grau. São

Paulo: Pioneira, 1996.

VENTORIM, S. A formação do professor e a relação ensino e pesquisa no

estágio supervisionado em Educação Física. In: CAPARRÓZ, F. E. (Org.).

Educação Física Escolar: política, investigação e intervenção. Vitória:

Proteoria, 2001. p. 93 - 114.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.