Livros didáticos em Mato Grosso (do Sul) no século XX: um catálogo analítico

Kênia Hilda Moreira

Resumo


Objetiva-se apresentar os procedimentos metodológicos para a criação de um catálogo analítico de livros didáticos que circularam em Mato Grosso (do Sul) no século XX, bem como a análise dos resultados dessa busca que localizou 266 livros didáticos. A análise considera o período de publicação das obras, a recorrência das disciplinas, autores e obras, a presença de livros regionais e as editoras.


Palavras-chave


História da Educação. Livros Didáticos. Sul de Mato Grosso.

Texto completo:

PDF

Referências


BITTENCOURT, Circe M. F. Disciplinas escolares: História e pesquisa. In: OLIVEIRA, et al. (Orgs.) História das disciplinas escolares no Brasil: contribuições para o debate. Bragança Paulista: EDUSF, 2003.

BITTENCOURT, Circe M. F. Livro didático e conhecimento histórico: uma história do saber escolar. São Paulo, 1993. Tese (Doutorado em História Social) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

CHERVEL, A. História das Disciplinas Escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação, Porto Alegre, n. 2, p. 177-229, 1990.

CHOPPIN, A. Os livros didáticos de ontem a hoje: o exemplo da França. In. MOREIRA, K. H.; HERNANDÉZ DÍAZ, J. M. (Org.). História da educação e livros didáticos. CampinasSP: Pontes Editores, 2017, p. 81-124.

COLLADOS CARDONA, E. El concepto de dibujo y su práctica en los libros de texto de educación primaria publicados en España en el periodo comprendido entre 1915-1990. Historia de la Educación, Revista Interuniversitaria, Salamanca, n. 27, 2008, pp. 323-346.

CORRÊA, R. L. T. O livro escolar como fonte de pesquisa em História da Educação. Caderno CEDES, Campinas, n. 52, v. 20, nov. 2000, pp. 11-24.

DELGADO, Buenaventura. Os livros didáticos como fonte para a história da educação. In. MOREIRA, K. H.; HERNANDÉZ DÍAZ, J. M. (Org.). História da educação e livros didáticos. Campinas-SP: Pontes Editores, 2017, p. 15-22.

GINZBURG, C. Sinais: Raízes de um paradigma indiciário. In: GINZBURG. C. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

HERNÁNDEZ DÍAZ, J. M. H. (Org.) Libros escolares para la educación de las niñas en España (1838-1970). Salamanca: Universidad de Salamanca, 2008.

JULIA, D. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação. Campinas, SP: SBHE/Ed. Autores Associados, 1o número, 2001.

MUNAKATA, Kazumi. História das disciplinas escolares e do livro didático. Disponível em: http://www.pucsp.br/pos/ehps/1/links_pesquisas/historia_disciplinas_escolares.php . Acesso em: 20 mar. 2011.

MUNAKATA, Kazumi. O livro didático como mercadoria. Pro-Posições. V. 23, n. 3 (69), p. 51-66, set./dez. 2012.

OSSENBACH SAUTER, Gabriela. Simpósio Internacional de Livro Didático. FEUSP, 06-11-2007 (palestra).

PUELLES BENÍTEZ, M. de P. Los manuales escolares: un nuevo campo de conocimiento. Revista Interuniversitaria - Historia de la Educación. Salamanca, n. 19, 2000, p. 5-10.

GIMENO SACRIST N, José. Currículo e diversidade cultural. In: Territórios contestados: O currículo e os novos mapas políticos e culturais. Tomaz Tadeu da Silva e Antônio Flávio Barbosa Moreira (orgs.). Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

TIANA FERRER, A. O projeto Manes e a investigação histórica sobre os livros didáticos (séculos XIX e XX). In. MOREIRA, K. H.; HERNANDÉZ DÍAZ, J. M. (Org.). História da educação e livros didáticos. Campinas-SP: Pontes Editores, 2017, p. 23-48.

VALLS MONTÉS, R. V. De los manuales de Historia a la historia de la disciplina escolar. Historia de la Educación, Revista Interuniversitaria, Salamanca, n. 18, p. 169-190, 1999.




DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v8i24.10252

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.