Desenvolvimento de um jogo educativo para contribuir no aprendizado da língua portuguesa para alunos surdos

Jakellinny Gonçalves de Souza Rizzo, Rutnéia de Ávila Pereira

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo apresentar o desenvolvimento de um jogo elaborado por acadêmicas do curso de licenciatura em Letras Libras da Faculdade de Educação a Distância – EaD da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) para auxiliar o processo de ensino aprendizagem da Língua Portuguesa (LP) para os alunos surdos, destacando as contribuições do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) na formação acadêmica. O subprojeto Letras Libras é desenvolvido em uma escola da rede pública estadual, no município de Dourados, Mato Grosso do Sul. Primeiramente será exposta a apresentação das atividades desenvolvidas, posteriormente os métodos e na sequência os resultados, foi perceptível que a utilização de jogos midiáticos empenha no processo de ensino e aprendizagem.

Palavras-chave


Letras Libras. Ead. PIBID. Surdo.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei nº 10.436, de 24 de Abril de 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10436.htm. Acessado em 29 de abril de 2016.

_________. Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5626.htm. Acessado em 29 de abril de 2016.

FLEMMING, Diva Marilia; COLLAÇO DE MELLO, Ana Claudia. Criatividade Jogos Didáticos. São José: Saint-Germain, 2003.

LACERDA, Cristina B.F. de. Um pouco da história das diferentes abordagens na educação dos surdos. Cad. CEDES vol.19 n.46 Campinas Sept. 1998.

QUADROS, Ronice. Educação de surdos: Aquisição da linguagem. Porto Alegre: Artmed, 1997.

STUMPF, Marianne Rossi. Sistema signwriting: por uma escrita funcional para o surdo. In: THOMA, Adriana da Silva; LOPES, Maura Corcini (orgs.). A invenção da surdez: cultura, alteridade, identidade e diferença no campo da educação. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2005. p. 143-159.

VALENTE, J. O computador na sociedade do conhecimento. 1ª ed. Campinas. Editora Nied, 1998.

VYGOTSKY, L. S. A Formação Social da Mente. 6ª edição. Trad. José Cipolla Neto, Luis S. M. Barreto e Solange C. Afeche. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

WARSCHAUER, M. Tecnologia e inclusão social: a exclusão digital em debate. São Paulo:

Editora Senac. São Paulo, 2006.




DOI: https://doi.org/10.30612/eadtde.v5i6.6249

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.