Tecnologias digitais e informática educativa: ponderações históricas e teóricas

Mariza Silva de Moraes

Resumo


O presente artigo analisa os conceitos sobre as tecnologias ditas digitais, a par e passo com a sua utilização no processo de ensino-aprendizagem. O texto faz um esboço do percurso da informática educativa no Brasil e em alguns países, a partir das pesquisas de Saraiva (1996), Perez e Silva (apud VALLE, 2013) e Vale e Almeida (apud GRISPUN, 2011), Kenski (2007), dentre outros. Sobre os programas estatais de informática no Brasil é apresentado um relatório histórico circunstanciado em termos de duração, propostas epistemológicas, resultados e desdobramentos das iniciativas governamentais, ou seja, as políticas públicas educacionais. No seio destes argumentos, o artigo aborda a acolhida dos programas e equipamentos tecnológicos pelas entidades de ensino e discute a utilização (ou subutilização) dos mesmos pelos docentes (QUARTIERO, VIEITEZ, BARONE, 2007). Nessa perspectiva pondera conceitualmente sobre a integração dos docentes, discentes e dos gestores educativos frente às iniciativas governamentais a respeito da educação suportada por metodologias digitais. Há ancoragem empírica em pesquisas feitas pela Fundação Vitor Civita e Foundation Gates sobre os temas elencados.

Palavras-chave


Tecnologias Digitais. Informática Educativa. Programas governamentais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Lynn. NOVA, Cristiane. Educação a distância. Uma nova concepção de aprendizado e interatividade. São Paulo: Ed. Futura, 2003.

AULETE, C. Dicionário Caldas Aulete. Disponível em: auletedigital.com.br. Acesso em 20/03/2014.

BRASIL. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Publicado no DOU, Nº 248, de 23 dez. 1996, págs. 27833‐27841.

________. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Disponível em www.fnde.gov.br. Acessado em 14 jun. 2014.

________. Programa Nacional de Tecnologia Educacional (PROINFO). Disponível em portal.mec.gov.br Acessado em 14 jun. 2014.

________. Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) Disponível em www.cgu.gov.br/ocde/sobre/index.asp Acessado em: 17 jun.2014.

________. Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA). Disponível em: portal.inep.gov.br/pisa‐programa‐internacional‐de‐avaliacao‐de‐alunos. Acessado em: 17 jun. 2014.

FUNDAÇÃO VITOR CIVITA. O uso do computador e da internet na escola pública. Disponível em: www.fvc.org.br Disponível em 12 jul. 2014.

GRISPUN, Mírian P.S.Z. (Org.) Educação tecnológica‐ desafios e perspectivas. São Paulo: Cortez, 2009.

KALENA, F. O que os educadores querem dos recursos tecnológicos. Publicado em: 26/05/214 Disponível em :http://porvir.org/porpensar/os‐educadores‐querem‐dos‐recursos‐tecnologicos/20140526. Acessado em: 26 jun.2014.

KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2008.

_____________. Educação e tecnologias. Campinas, São Paulo: Papirus, 2007.

Levy, Pierre. As tecnologias da inteligência. O futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

MARTINS, Onilza. POLAK, Ymiracy N. de S. Educação a Distância – UNIREDE‐ Fundamentos de Educação e seus reflexos na educação a distância. Paraná: UFPR – Brasília: SEED, 2000.

MORAES, R. A Informática na Educação Brasileira: das origens até 1989. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

OLIVEIRA, Celina et. al. Ambientes informatizados de aprendizagem. São Paulo: Papirus, 2001.

SARAIVA, T. “Educação a Distância no Brasil: lições da história”. In: Em Aberto, Brasília, ano 16, Nº 70, abr.jun./1996, pp.28‐35.

SARTORI, A. ROESLER, J. Educação superior a distância. Gestão da aprendizagem e da produção de materiais didáticos impressos e online. Tubarão, Florianópolis: Ed. Unisul, 2005.

SILVA, M.; PESCE, L.; ZUIN, A. Educação online – cenário, formação e questões didático‐metodológicas. Rio de Janeiro: WAK Editora, 2010.

TORI, R. Educação sem Distância. São Paulo: Ed. SENAC: São Paulo, 2010.

VALLE, E.L.R.; MATTOS, Mª José V.M.; COSTA, J. W. Educação Digital‐ a tecnologia a favor da inclusão. Porto Alegre: Penso Editora Ltda., 2013.

VIEITEZ, C. G.; BARONE, R. E. M. (Orgs.) Educação e Políticas Públicas. Araraquara‐ São Paulo: J.M Editora, 2007.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.