Inventariação e relevância dos sítios geopatrimoniais da Serra do Lenheiro - Minas Gerais

Arlon Cândido Ferreira, Leonardo Cristian Rocha, Múcio do Amaral Figueiredo, Ivair Gomes, Ulisses Passarelli

Resumo


A geoconservação é um termo recente, no âmbito da conservação dos recursos abióticos. Esta nova abordagem é essencial na compreensão e na preservação destes elementos. Considerando o quadrinômio geodiversidade, geoconservação, geoturismo e geopatrimônio, Minas Gerais é destaque, devido à sua rica geodiversidade. Entre as regiões deste estado, se destaca a Serra do Lenheiro, localizada nas adjacências da cidade de São João del-Rei. Assim, o objetivo deste trabalho foi reconhecer, caracterizar, descrever e identificar os Lugares de Interesse Geoconservacionista (LIGs) na Serra do Lenheiro. Cada LIG foi devidamente descrito, e os dados coletados foram sistematizados a partir de sua tipologia, do seu interesse no campo das geociências, além do seu valor geoconservacionista e geopatrimonial. Como resultado do inventário efetuado, foram identificados e descritos 81 LIGs, distribuídos em 11 trilhas, demonstrando e reconhecendo o potencial dessa área, valorizando a geodiversidade local e auxiliando na difusão das geociências e no seu desenvolvimento.


Palavras-chave


geodiversidade, lugares de interesses geoconservacionistas, Serra do Lenheiro, Minas Gerais

Texto completo:

PDF

Referências


ARANA-CASTILLO, Raquel. El património geológico de la Région de Murcia. [s.l.]: Academia de Ciencias de La Región de Murcia, 2007. 69 p. dpipwe.tas.gov.au/, 2002. 81 p. Acesso em 05 de agosto de 2016

BARRETO, José Marden Costa. Potencial Geoturístico da Região de Rio de Contas - Bahia - Brasil. 2008. 134 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Geologia, Instituto de Geociências, UFBA, Salvador, 2008.

BARROS, Maria Isabel Amando de. Caracterização da visitação, dos visitantes e avaliação dos impactos ecológicos e recreativos do planalto do Parque Nacional do Itatiaia. 2003. 135 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Recursos Florestais, Escola Superior Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2003.

BORBA, André Weissheimer de. Geodiversidade e geopatrimônio como bases para estratégias de geoconservação: conceitos, abordagens, métodos de avaliação e aplicabilidade no contexto do Estado do Rio Grande do Sul. Pesquisa em Geociências, Porto Alegre, v. 1, n. 38, p. 03-13, 2011.

BRASIL. Ministério do Turismo (org.). Destino referência em turismo de estudos e intercâmbio: São João del-Rei – MG. Brasília, 2010. 201 p.

BRILHA, José Bernardo Rodrigues. Geoconservation and protected areas. Envir. Conserv. [s.l.], v. 29, n. 03, p. 273-276, set. 2002. Cambridge University Press (CUP).

BRILHA, José Bernardo Rodrigues. Patrimônio Geológico e Geoconservação: a conservação da natureza na sua vertente geológica. Braga, Portugal: Palimage, 2005. 190 p.

BRILHA, José Bernardo Rodrigues; CARVALHO, António Marcos Galopim. Geoconservação em Portugal: uma introdução. In: NEIVA, J. M. C. et al (Org.). Ciências Geológicas: ensino, investigação e sua história. Lisboa, Portugal: Associação Portuguesa de Geólogos, 2010. Cap. 2. p. 435-441.

BRILHA, José Bernardo Rodrigues. Inventory and Quantitative Assessment of Geosites and Geodiversity Sites: a Review. Geoheritage, [s.l.], v. 8, p. 119-134, 2016.

BUCKLEY, Ralf. Geoturism. Annals of Tourism Research, [s.l.], v. 33, p. 583-585, 2006.

CAÑADAS, Enrique Serrano; FLAÑO, Purificación Ruiz. Geodiversidad: concepto, evaluación y aplicación territorial. El caso de Tiermes Caracena (Soria). Boletín de La A. G. E, [s.l.], n. 45, p. 79-98, 2007.

CARCAVILLA, Luis Urquí; LÓPEZ-MARTÍNEZ, Jerónimo; VALSERO, JJuan José. Patrimonio geológico y geodiversidad investigación, conservación, gestión y relación con los espacios naturales protegidos. Madrid, Espanha: Instituto Geológico y Minero de España, 2007. 360 p. (Cuadernos del Museo Geominero, nº 7).

CARCAVILLA, Luis Urquí et al. Geological Heritage and Geoconservation in Spain: Past, Present and Future. Geoheritage, [s.l.], v. 1, n. 2-4, p. 75-91, 21 out. 2012. Springer Nature.

DIXON, Grant. Aspects of Geoconservation in Tasmania: a Preview of Significant Earth Features. Report to the Australian Heritage Comission, Occasional Paper 32. Parks & Wildlife Service, Tasmania. 1995.

DIXON, Grant. Geoconservation: An Internacional Review and Strategy Significance on Tasmania. Occasional Paper 35. Parks & Wildlife Service, Tasmania. 1996.

ERIKSTAD, Lars. History of geoconservation in Europe. In: BUREK, C.; PROSSER, C. D. (Ed.). The History of Geoconservation. Londres, Inglaterra: The Geological Society, 2008. p. 249-256.

FEAM: Fundação Estadual do Meio Ambiente. Mapa de Solos de Minas Gerais: legenda expandida. Belo Horizonte: FEAM/UFV/CETEC/UFLA, 2010. 49 p.

FREY, Marie-Luise et al. Geoparks: a regional European and global policy. In: DOWLING, M. R. K.; NEWSOME, D. (Ed.). Geotourism. Oxford: Elsevier Butterworth Heinemann, 260. p. 102-115.

GRAY, Murray. Geodiversity: valuing and conserving abiotic nature. Londres, Inglaterra: John Wiley & Sons, 2004. 448 p.

GRUBE, Alf. The national park system in Germany. In: O´HALLORAN, D. et al. (Ed.). Geological and Landscape Conservation. Londres, Inglaterra: The Geological Society, 1994. p. 175-180.

HENRIQUES, Maria Helena et al. Geoconservation as an Emerging Geoscience. Geoheritage, [s.l.], v. 3, n. 2, p. 117-128, 21 abr. 2011.

HOSE, Thomas. Selling the Story of Britain's Stone. Environmental Interpretation, [s.l.], v. 10, p. 16-17, 1995.

HOSE, Thomas. Geoturismo europeo: Interpretación geológica y promoción de la conservación geológica para turistas. In: BARETTINO, D.; WIMBLEDON, W. y GALLEGO, E. Patrimonio Geológico: Conservación y Gestión. Madrid: Instituto Tecnológico Geominero de España, 1999. p. 137-160.

KIERNAN, Kevin. The geoconservation significance of Lake Pedder and its contribution to geodiversity. Unpublished Report to the Lake Pedder Study Group. 1994.

KIERNAN, Kevin. The conservation of glacial landforms. Forest Pratices Unit, Hobart. 1996.

KIERNAN, Kevin. The conservation of landforms of Coastal origin. Forest Pratices Board. Hobart. 1997.

LETENSKI, Ricardo et al. Geoturismo no Parque Estadual de Vila Velha: nas trilhas da dissolução. Turismo e Paisagens Cársticas, [s.l.], v. 1, n. 2, p. 5-15, 2009.

LICCARDO, Antônio; GUIMARÃES, Gilson Burigo (Org.). Geodiversidade na Educação. Ponta Grosa: Estúdio Texto, 2014. 136 p.

LIMA, Flávia Fernanda de; VARGAS, Jean Carlos. Geoconservação, geoturismo e geoparques. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2014. 53 p.

LOPES, Laryssa Sheydder Oliveira; ARAÚJO, José Lopes; CASTRO, Alberto Jorge Farias. Geoturismo: Estratégia de Geoconservação e de Desenvolvimento Local. Caderno de Geografia, [s.l.], v. 21, n. 35, p. 1-11, 2011.

LOPES, Laryssa Sheydder Oliveira; MENESES, Leonardo Figueiredo de. Geopatrimônio: definição e valoração. In: XVI Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, 2015, Teresina. Anais do XVI Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada. Teresina: UFPI, 2015. v. 9, p. 3656-3663.

MAGRO, Tereza Cristina. Impactos do uso público em uma trilha no planalto do Parque Nacional do Itatiaia. 1999. 151 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Engenharia Ambiental, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 1999.

MEDEIROS, Sidney Crystian Oliveira de; MENESES, Leonardo Figueiredo de; NASCIMENTO, Marcos Antônio Leite do. Geodiversidade: a autobiografia do Planeta Terra. In: SEABRA, G. (Org.). Terra: Qualidade de vida, mobilidade e segurança nas cidades. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2013, v. 3, p. 800-808.

MENESES, Leonardo Figueiredo de. Patrimônio Geológico X Geopatrimônio. 2012. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2016.

MOREIRA, Jasmine Cardozo. Geoturismo: uma abordagem histórico-conceitual. Pesquisa em Turismo e Paisagens Cársticas, [s.l.], v. 3, p. 5-10, 2010.

MOREIRA, Jasmine Cardozo. Geoturismo e Interpretação Ambiental. Ponta Grossa: UEPG, 2014. 157 p.

MYERS, Norman. et al. Biodiversity hotspots for conservation priorities. Nature, [s.l.], v. 403, n. 6772, p. 853-858, 24 fev. 2000.

NASCIMENTO, Marcos Antônio Leite do; RUCHKYS, Úrsula Azevedo; MANTESSO-NETO, Virginio. Geodiversidade, Geoconservação e Geoturismo: trinômio importante para a proteção do patrimônio geológico. São Paulo: Sociedade Brasileira de Geologia, 2008. 82 p.

NETO DE CARVALHO, Carlos. Geoturismo e Desenvolvimento Social Local. Câmara Municipal de Idanha-a-Nova / Geopark Naturtejo da Meseta Meridional. UNESCO European and Global Geopark.

NEWSOME, David; DOWLING, Moore Ross Kingston. The scope and nature of geotourism. In: DOWLING, M. R. K.; NEWSOME, D. (Ed.). Geoturism. Oxford: Elsevier Butterworth Heinemann, 2006. p. 124-157.

OSTANELLO, Mariana Cristina Pereira. Patrimônio Geológico do Parque Estadual do Itacolomi (Quadrilátero Ferrífero, MG): inventariação e análise de lugares de interesse geológicos e trilhas geoturísticas. 2012. 204 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais, Departamento de Geologia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.

PATALÃO, Ana Maria Santiago. Património geológico dos concelhos de Miranda do Douro e de Mogadouro: caracterização, inventariação e propostas para a sua valorização. 2011. 454 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Património Geológico e Geoconservação, Escola de Ciências, Universidade do Minho, Minho, 2011.

PINTO, Acácia Bastos Couto. Geodiversidade e Patrimônio Geológico de Salvador: uma diretriz para a geoconservação e a educação em geociências. 2015. 332 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2015.

PROGEO - Associação Europeia Para Conservação do Patrimônio Geológico. Conserving our shared geoheritage: a protocol on geoconservation principles, sustainable site use, management, fieldword, fóssil, and mineral collecting. 2011. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2016.

RODRIGUES, Joana de Castro. Património Geológico no Parque Natural do Douro Internacional: caracterização, quantificação da relevância e estratégias de valorização dos geossítios. 2008. 310 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Património Geológico e Geoconservação, Escola de Ciências, Universidade do Minho, Minho, 2008.

RUCHKYS, Úrsula Azevedo. A. Patrimônio Geológico e Geoconservação no Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais: Potencial para criação de um Geoparque da UNESCO. 2007. 211 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

SENA, Ítalo Sousa de. Análise do Potencial Geoturístico da região central da Área de Proteção Ambiental Carste de Lagoa Santa - MG. 2015. 117 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais, Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015.

SHARPLES, Chris. A Methodology for the Identification of Significant Landforms and Geological Sites for Geoconservation Purposes. Forestry Comission, Tasmânia, 1993.

SHARPLES, Chris. Concepts and Principles of Geoconservation. Disponibilizado em PDF por Tasmanian Parks & Wildlife Service website. http://dpipwe.tas.gov.au/, 2002. 81 p. Acesso em 05 de agosto de 2016.

SILVA, Cassio Roberto da (Ed.). Geodiversidade do Brasil: conhecer o passado, para entender o presente e prever o futuro. Rio de Janeiro: CPRM, 2008. 264 p.

STANLEY, Mick. Geodiversity. Earth Heritage, [s.l.], v. 14, p. 15-18, 2000.

TAVARES, Roberto Rômulo Braga. Serra do Lenheiro em São João Del-Rei como Atrativo Ecoturístico: um estudo de caso. Revista Eletrônica Saberes Interdisciplinares, São João del-Rei, v. 7, n. 1, p. 48-67, 2011.

UNESCO - Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura. International Network of GEOPARKS. 2006. . Acesso em: 02 jan. 2017.

VASCONCELOS, Marcelo Ferreira. O que são campos rupestres e campos de altitude nos topos de montanha do leste do Brasil? Revista Brasileira de Botânica, [s.l.], v. 34, n. 2, p. 241-246, jun. 2011.

WIEDENBEIN, Friedrich Wilheln. Origin and use of the term "geotope" in German-speaking countries. In: O´HALLORAN, D. et al (Ed.). Geological and Landscape Conservation. Londres, Inglaterra: Geological Society, 1994. p. 117-120.

XAVIER DA SILVA, Jorge; FILHO, Luiz Mendes de Carvalho. Índice de Geodiversidade da Restinga da Marambaia (RJ), um exemplo do geoprocessamento aplicado à Geografia Física. Revista de Geografia, Recife, v. 1, p. 57-64, 2001.




DOI: https://doi.org/10.5418/RA2018.1423.0005

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

 

 

 

 


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.