A GEOGRAFIA CULTURAL BRASILEIRA: UMA AVALIAÇÃO PRELIMINAR

Roberto Lobato Corrêa, Zeny Rosendahl

Resumo


A despeito da geografia acadêmica brasileira ter sido criada em 1934, com a implantação do curso de Geografia e História na Universidade de São Paulo, foram necessários 60 anos para que a geografia cultural fosse reconhecida, e ainda assim por poucos geógrafos. E este sub-campo já tinha longa história na Europa e nos Estados Unidos, tendo se desenvolvido a partir de 1890 (CLAVAL, 1999). Este texto reporta-se à trajetória da geografia cultural brasileira. Quais foram as razões que levaram ao desenvolvimento tardio da geografia cultural no Brasil? Em que contexto este sub-campo emerge no Brasil? Como se caracteriza a sua produção? Estas três questões balizam este texto. Sobre uma prévia avaliação da geografia cultural no Brasil veja-se Corrêa e Rosendahl (2007).


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.