A ESCOLA COMO ESPAÇO: IDENTIDADES DE GÊNEROS E SEXUALIDADES E SUAS HIERARQUIAS

Benhur Pinós da Costa

Resumo


O texto discute a escola como espaço. Defne espaço escolar pelo desenvolvimento de regras de apresentação dos corpos e construção de identidades hegemônicas e subalternas. Verifca a hierarquização das expressões de identidade no espaço escolar atentando os gêneros e as diversidades sexuais. Evidencia processos de reconhecimento das homossexualidades na escola e produção de um espaço de conflito entre identidades e suas hierarquizações. Discute a construção da identidade homossexual e o projeto de extensão e ensino produzido pelo grupo de pesquisa “Espacialidades Urbanas” da Universidade Federal de Santa Maria em uma escola da periferia da cidade de Santa Maria-RS. Apresenta uma proposta de atividades de ensino pautando as questões de gênero e sexualidades na escola. Apresenta uma proposta de atividades de ensino que enfoca as identidades de gênero e sexualidades na escola. Baseia-se na discussão de metodologias de ensino em Geografa das relações entre identidade e espaço, em especial, as identidades das homossexualidades. Apresenta o resultado da necessidade de discutir as relações da identidade homossexual relacionadas a outras esferas de identificação como, por exemplo, a religião


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5418/RA2016.1219.0009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

 

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.