Caracterização de sintomas visuais, parâmetros de crescimento e desenvolvimento de Tagetes erecta sob deficiências nutricionais

Livia Cristina Coelho, Leo Shigueto Kawamoto, Cleber Lázaro Rodas, Guilherme Amaral de Souza, Paulo Jorge de Pinho, Janice Guedes de Carvalho

Resumo


O presente trabalho foi realizado com o objetivo de caracterizar os sintomas de deficiências nutricionais e avaliar o florescimento e parâmetros de crescimento de tagetes africano, em solução nutritiva, sob omissão de macro e micronutrientes. O experimento foi conduzido em casa de vegetação no DCS (UFLA). O delineamento experimental foi inteiramente aleatorizado, com 10 tratamentos representados por: tratamento completo, omissões simples de N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe e Mn e quatro repetições. À medida que ocorreram as manifestações dos sintomas visuais de deficiências nutricionais, estas foram fotografadas e anotadas. Ao fim da fase experimental foi avaliada a produção de massa seca de parte aérea e raiz, diâmetro do caule e número de inflorescências. A omissão de nutrientes, em solução de cultivo, causa alterações morfológicas traduzidas em sintomas visuais de deficiências. As omissões de N e P são as que mais limitam o crescimento de plantas de tagetes. Plantas de tagetes sob omissões de N, Ca e B não emitem inflorescências. A ordem das omissões que mais limita a produção de matéria seca da parte aérea para plantas de Tagetes erecta é: N>P>K>Fe>Ca>B>Mg>Mn>S.

Palavras-chave


tagetes africano, nutrição mineral de plantas, diagnose visual, floricultura, solução nutritiva.

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.