Transporte de Frangos de Corte e Legislação para a Redução de Perdas

Raquel Baracat Tosi Rodrigues da Silva, Irenilza de Alencar Naas, João Gilberto Mendes dos Reis, Alexandra Cordeiro

Resumo


O estudo objetivou identificar os pontos críticos de transporte na produção de frangos e comparar as normas nacionais e internacional. Dados foram identificados na literatura atual sobre normas em: jejum, captura, carregamento, transporte e tempo de espera no abatedouro. Foi utilizado e avaliado o principal manual de boas práticas, europeu e brasileiro. O sistema de comparação estabelecido foi baseado em pontuações, com notas que variaram de 1 a 5 (muito ruim a muito bom). O conceito foi aplicado para cada tipo de exigência, quanto ao nível de conscientização do usuário sobre os problemas enfrentados e a descrição de manuais de boas práticas. Cada manual recebeu um escore e os valores médios dos escores foram calculados e comparados. Aplicou-se a escala adaptada de Likert com escores de 1 a 5 para definir o grau de pertinência da legislação. Foram encontradas divergências em aos Manuais estudados. Uma melhor descrição das ações, nos manuais, poderia contribuir para reduzir perdas no processo produtivo e garantir a segurança alimentar da produção avícola industrial.


Palavras-chave


Frangos de corte. Logística. Pontos críticos.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAL Y, ARIKAN MS, AKIN AC, KAYA KUYULULU CY, GULOGLU SC, SAKARYA E. Economic losses due to live weight shrinkage and mortality during the broiler transport. Ankara Univ Vet Fak Derg. v61:205–210, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PROTEÍNA ANIMAL ABPA - Relatório Anual 2017. Disponível em http://www.abpa-br.org/. Acesso em: 09 de agosto de 2018.

BRASIL. Law n.9605, 12, feb, 1998. (2001). Gomes, L.F. Constituição Federal Constitution: crime code. 3. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2001. p. 1248, 2001. (in Portuguese)

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. 2007.fao Centro Nacional de Pesquisa de Suínos e Aves. Boas práticas de produção de frangos de corte. Concórdia.SC: EMBRAPA, 2007.Circular Técnica n. 51.

FARM ANIMAL WELFARE COUNCIL- FAWC. Five freedoms. London, U.K. 2008. Available in: http://www.fawc.org.uk/freedoms.htm, Accessed on: February 2018.

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS. FAO REPORT 2013. How to feed the world in 2050. Available on: http://www.fao.org/fileadmin/templates/wsfs/docs/expert_paper/How_to_Feed_the_World_in_2050pdf. Access in: 09 de February 2018.

GLOBALGAP. (2009). The global partnership for good agricultural practice. Available in http://www.globalgap.org/Languages/English/. Accessed on: 16 February. 2018.

MULLER, A. T.; PASCHOAL, E. C.; SANTOS, J. M. G. 2012 Impacto do manejo pré-abate na qualidade da carne de frango. Revista em Agronegócios e Meio Ambiente, v.5, n.1, jan./abr. p. 61-80.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO-ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A ALIMENTAÇÃO E AGRICULTURA. AGRICULTURA - OCDE/FAO – Outlook 2012-2021. Disponível em: http://www.keepeek.com/Digital-Asset-Management/oecd/agriculture-and-food/oecd-faoagricultural-outlook-2012_agr_outlook-2012-en#page167. Acesso em 14 de agosto de 2018.

OLIVEIRA, C. A. O. A dinâmica da estrutura da indústria avícola de carne de frango no Brasil. (Dissertação de Mestrado) Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2011.

RUI, B.R.; ANGRIMANI, D.S.R.; SILVA, M.A.A. 2011. Pontos críticos no manejo pré-abate de frango de corte: jejum, captura, carregamento, transporte e tempo de espera no abatedouro. Ciência Rural, v. 41, n. 7, p. 1290-1296, 2011,

SIVA, J. A. O; SIMÕES, G. S.; ROSSA, A.; OBA, A.; MATSUO, T.; SHIMOKOMAKI, M.; IDA, E. I. 2011. Manejo pré-abate de transporte e banho sobre a incidência de mortalidade de frangos de corte. In: SEMINÁRIO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, Londrina, Anais... v. 32, n. 2, abr/jun. p. 795-800 2011.

UNIÃO BRASILEIRA DA AVICULTURA. RELATÓRIO ANUAL DE 2011 - UBABEF – Disponível em: http://www.ubabef.com.br/publicacoes. Acesso em: 10 de agosto de 2018.

VECEREK V, VOSLAROVA E, CONTE F, VECERKOVA L, BEDANOVA I. Negative trends in transport-related mortality rates in broiler chickens. Asian-Australasian Journal of Animal Sciences 29:1796-1804. 2016.

VIEIRA FMC, SILVA IJO, VIEIRA AMC. Modeling preslaughter mortality of broiler chickens using double generalized linear models. Revista Brasileira de Ciências Agrárias; v9:p284-289, 2014.

VIEIRA FMC, DENIZ M, DA SILVA, IJO, BARBOSA FILHO JAD, VIEIRA AMC, GONÇALVES FS. Pre-slaughter losses of broilers: effect of time period of the day and lairage time in a subtropical climate. Semina: Ciências Agrárias; v (6): p3887-3896, 2015.

WEEKS CA. Poultry handling and transport. In: Grandin T, editor. Livestock Handling and Transport.CABI Publishing; Wallingford, England: p. 378–398, 2014.




DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v12i46.9217

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/

Revista Agrarian 
e-ISSN 1984-2538

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.