Influência do setor agropecuário no desenvolvimento econômico e social dos municípios do estado de Mato Grosso/Brasil

Marley Nunes Vituri Toloi, Rodrigo Carlo Toloi, Silvia Helena Bonilla, Helton Raimundo Oliveira Silva, José Nilson Reinert

Resumo


O crescimento demográfico e o aumento da demanda por produtos alimentícios e energia, tornou necessária a intensificação da produção agropecuária, visando buscar melhor competitividade global dessa cadeia de suprimentos alimentar, fomentando os demais setores da economia. Diante da pujança desse setor econômico do país, o Estado brasileiro com maior destaque para a produção agropecuária é o Mato Grosso, principal produtor brasileiro de commoditties, tanto de grãos como o setor de carne (pecuária). Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi realizar uma análise para verificar a correlação do PIB agropecuário de cada município com os índices de desenvolvimento socioeconômico IFDM do ano de 2015. Para este propósito, utilizou-se o Statistical Package for the Social Sciences - SPSS® , realizando-se análise de correlação para identificar e medir a relação entre as variáveis. Os resultados mostram correlação positiva entre todos os indicadores. No entanto, foi observada forte correlação entre o PIB Agropecuario e o PIB Per capita, bem como com o IFDM Emprego e Renda.


Palavras-chave


Desenvolvimento; Indicadores econômicos e sociais; PIB agropecuário.

Texto completo:

PDF

Referências


BOSONA, T.; GEBRESENBET, G. Food traceability as an integral part of logistics management in food and agricultural supply chain. Food Control, v. 33, n. 1, p. 32–48, set. 2013.

COSTA NETO, P. L. DE O. DE. Estatística. 3ª ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2014. 266 p.

FAS/USDA: World Agricultural Production: Circular Series July 2016.

Washington: USDA -United States Department of Agriculture, 2016.

Disponível em: www://usda.mannlib.cornell.edu/usda/fas/worldag-production//2010s/2016/worldag-production-11-09-2016.pdf

FIELD, A. Descobrindo a Estatística usando o SPSS. Traducao Lorí Viali. 2a ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FIRJAN. Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal. [s.l: s.n.]. Disponível em: .

GREMAUD, A. P. Economia brasileira contemporânea. São Paulo: Atlas, 2008.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.B. de G. e E.: Atlas Nacional. IBGE, Brasília (2016).

IMEA. Projeções do Agronegócio em Mato Grosso para 2025. Cuiabá, Mato Grosso - Brasil: Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária, 2016. Acesso em: Abril/2018. Disponível em: .

IMEA Instituto Matogrossense de Economia Agropecuaria. Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso. Acesso em: Abril/2018. Disponivel em :http://www.imea.com.br/imea-site/view/uploads/relatorios-mercado/R405_Apresenta%C3%A7%C3%A3o%20MT_Portugu%C3%AAs.pdf

KRUGMAN, P.; WELLS, R. Introdução à Economia. Brasil: Elsevier, 2016.

MELLO, F.; GUIMARÃES, R. Métodos Estatísticos para o Ensino e a Investigação nas Ciências da Saúde – Com utilização do SPSS. Lisboa: Silabo, 2015.

MENDES, J. T. .; PADILHA, J. B. . Agronegócio: uma abordagem econômica. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

MUKAKA, M. M. A guide to appropriate use of Correlation coefficient in medical research. v. 24, n. 3, p. 69–71, 2012.

NOLTE, K.; OSTERMEIER, M. Labour Market Effects of Large-Scale Agricultural Investment: Conceptual Considerations and Estimated Employment Effects. World Development, v. 98, p. 430–446, out. 2017.

RICHARDS, P. et al. Soybean Development: The Impact of a Decade of Agricultural Change on Urban and Economic Growth in Mato Grosso, Brazil. PLOS ONE, v. 10, n. 4, p. e0122510, 28 abr. 2015.

SANTO, B. R. DO E.; MORAES, M. V. P. DE; RODRIGUES, R. Os caminhos da agricultura brasileira. São Paulo: Evoluir, 2001.

SCHEIDEL, A.; SORMAN, A. H. Energy transitions and the global land rush: Ultimate drivers and persistent consequences. Global Environmental Change, v. 22, n. 3, p. 588–595, ago. 2012.

SEPLAN, S. de E. de P. e C. G. Release N. 4 - Agropecuária de Mato Grosso. Cuiabá: SEPLAN, 2016. . Disponível em: http://www.seplan.mt.gov.br/.

SOUZA, N. J. Desenvolvimento econômico. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

USDA. World Agricultural Production: Circular Series. Washington: United States Department of Agriculture, 2016. Disponível em: .

VASCONCELLOS, M. A. S.; GARCIA, M. E. Fundamentos de economia. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2008.

VITURI, M.N.: Um Estudo Baseado Nos Indicadores do Setor Agropecuário e o Desenvolvimento Socioeconômico nos Municípios do Estado de Mato Grosso do Sul. 2010. Ano de Obtenção: 2010. 72 f, Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 2010.




DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v12i44.9211

Direitos autorais 2019 Agrarian



Revista Agrarian

ISSN da versão online: ISSN 1984-2538
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.