Características agronômicas e atividade da redutase do nitrato em plantas de Campomanesia sp. sob estresse hídrico

Lucielle Januário de Oliveira, Samuel Mariano da Silva, Antonio Paulino Costa Netto, Sueli Maria da Silva, Fabiana Maria de Siqueira Mariano da Silva

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar parâmetros de crescimento e a atividade da enzima redutase do nitrato em plantas de gabiroba frente a diferentes disponibilidades hídricas no solo, a fim de se verificar possíveis estratégias de sobrevivência. O experimento foi conduzido em casa de vegetação onde plantas de gabiroba foram submetidas a  três regimes hídricos: déficit hídrico, capacidade de campo e hipoxia. As avaliações foram realizadas em sete períodos: tempo 0 (antes da indução dos tratamentos), 12 horas, 24 horas, 1 semana, 2 semanas, 3 semanas e 4 semanas após a submissão dos tratamentos. Foram avaliadas características agronômicas e a atividade da enzima redutase do nitrato (RN)  na parte aérea e raízes das plantas em cada período, utilizando o método in vivo que reflete a atividade potencial da enzima in situ. As plantas de Campomanesia sp. apresentaram atividade da (RN) em tecidos radiculares e foliares, porém, sendo mais  preponderante nas folhas. A hipoxia e o déficit hídrico afetaram a atividade da enzima quando comparada a capacidade de campo. As plantas de Campomanesia sp. apresentaram maior tolerância de assimilação do nitrato em condições de seca quando comparadas a condições de alagamento.


Palavras-chave


gabiroba, disponibilidade hídrica; atividade enzimática

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.