Influência da densidade de semeadura sobre características agronômicas na cultura da soja

Munir Mauad, Thiago Leonel Bertoloze Silva, Antonio Inacio Almeida Neto, Vinicius Gomes Abreu

Resumo


A produtividade de uma cultura é definida pela interação entre a planta, o ambiente de produção e o manejo. Dentre as práticas de manejo à época de semeadura, a escolha da cultivar, o espaçamentos e a densidades de semeadura são fatores que influenciam no rendimento da soja e em seus componentes da produção.  A densidade de semeadura é fator determinante para o arranjo das plantas no ambiente de produção e influencia o crescimento da soja. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da densidade de semeadura na linha nos componentes vegetativos e da produção da cultura da soja. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso. Os tratamentos foram constituídos de cinco densidades de semeadura 10, 12, 14, 16, 18 plantas por metro linear, com quatro repetições totalizando 20 parcelas. A altura e a inserção da primeira vagem em plantas de soja são maiores com o aumento do número de plantas na linha. Quanto maior a densidade de plantas na linha, maior é a redução do número de ramificações por planta, do número de vagens por planta e grãos por vagens. Nas condições de densidades estudadas a massa de grãos não foi influenciada.


Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.