Análise multivariada para expressão de resultados de potencial fisiológico de sementes de arroz

Denis Santiago Costa, Ana Dionisia da Luz Coelho Novembre

Resumo


Nessa pesquisa foi avaliado o potencial de uso e aplicação da análise multivariada, para apresentação e interpretação dos resultados de testes utilizados para estimar o vigor, usando a espécie Oryza sativa como modelo de estudo. Quatro lotes de sementes de arroz foram avaliados inicialmente em laboratório quanto à germinação e ao vigor (teste de frio, envelhecimento acelerado e condutividade elétrica) e em campo/casa de vegetação quanto à emergência de plântulas e ao índice de velocidade. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística univariada e os testes de vigor à multivariada. Ainda que os testes laboratoriais não tenham apontado diferença de qualidade, observou-se o efeito do potencial fisiológico nos ensaios não laboratoriais, indicando haver diferenças de vigor entre os lotes. A criação de dois novos componentes, provenientes da análise de componentes principais, gerou alta representatividade da variância (90,87%) e, com destaque, para o lote L3 nos dois componentes. A análise multivariada, por meio da análise de componentes principais, é eficiente na criação de novos componentes que representam os resultados de testes de vigor com alta coerência e retenção da variância, sendo uma ferramenta chave na expressão de dados e interpretação de resultados em tecnologia de sementes.

Palavras-chave


Oryza sativa L.; Análise de componentes principais; Vigor de sementes.

Texto completo:

PDF

Referências


BAALBAKI, R.; ELIAS, S.; MARCOS-FILHO, J.; MCDONALD, M. B. Seed vigor testing handbook. Ithaca: AOSA, 2009. 341p.

BARBIERI, A. P. P.; MENEZES, N. L.; CONCEIÇÃO, G. M.; TUNES, L. M. Teste de lixiviação de potássio para a avaliação do vigor de sementes de arroz. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 34, n. 1, p. 117–124, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222012000100015.

BARBOSA, R. M.; VIEIRA, B. G. T. L.; FERRAUDO, A. S.; CORÁ, J. E.; VIEIRA, R. D. Discrimination of soybean seed lots by multivariate exploratory techniques. Journal of Seed Science, Londrina, v. 35, n. 3, p. 302–310, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S2317-15372013000300005.

BORTOLOTTO, R.P.; MENEZES, N.L.; GARCIA, D.C.; MATTIONI, N.M. Comportamento de hidratação e qualidade fisiológica das sementes de arroz. Bragantia, Campinas, v.67, n.4, p.991-996, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052008000400023.

BOSETTI, F.; MONTEBELLI, C.; NOVEMBRE, A.D.L.C.; CHAMMA, HP; PINHEIRO, J.B. Genetic variation of germination cold tolerance in Japanese rice germplasm. Breeding Science, Tokyo, v.62, n.3, p.209–1, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.1270/jsbbs.62.209.

BRASIL. Regras para análise de sementes. Brasília: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/Secretaria de Defesa Agropecuária, 2009. 398p.

CRUSCIOL, C.A.C; ARF, O.; ZUCARELI, C.; SILVA, R.H.; CAVARIANI, C.; NAKAGAWA, J. Produtividade e qualidade fisiológica de sementes de duas cultivares de arroz de terras altas em dois sistemas de cultivo. Acta Scientiarum. Agronomy, Maringá, v. 24, n. 5, p. 1569-1574, 2002.

EGLI, D. B.; RUCKER, M. Seed Vigor and the Uniformity of Emergence of Corn Seedlings. Crop Science, Madson, v. 52, n. 6, p. 2774, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.2135/cropsci2012.01.0064.

GITTI, D. C.; ARF, O.; KANEKO, F. H.; RODRIGUES, R. A. F. Densidade de plantas em arroz de terras altas irrigado por aspersão. Agrarian, Dourados, v. 6, n. 20, p. 130–139, 2013.

ISTA. Seed Vigour Testing. In: International Rules for Seed Testing. 2014. ed. Zurich: International Seed Testing Association, 2014. p. 15–1.

JOLLIFE, I. T. Principal component analysis. 2. ed. New York: Springer-Verlag, 2002. 497p.

MARCOS-FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Londrina: ABRATES, 2015. 660p.

SCHUAB, S. R. P.; BRACCINI, A. de L. e; NETO, J. de B. F.; SCAPIM, C. A.; MESCHEDE, D. K. Potencial fisiológico de sementes de soja e sua relação com a emergência das plântulas em campo. Acta Scientiarum. Agronomy, Maringá, v. 28, n. 4, p. 553–560, 2006.

WRASSE, C. F.; MENEZES, N. L. de; MARCHESAN, E.; VILLELA, F. A.; BORTOLOTTO, R. P. Testes de vigor para sementes de arroz e sua relação com o comportamento de hidratação de sementes e a emergência de plântulas. Científica, Jaboticabal, v. 37, n. 2, p. 107–114, 2009. DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2009v37n2p107-114.




DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v12i45.7194

Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.