Nutrição, crescimento e pegamento a campo em mudas de café formadas em diferentes tipos de substratos

Juliano Corulli Corrêa, Leonardo Theodoro Büll, Munir Mauad

Resumo


Resumo. A utilização de determinados resíduos industriais e urbanos para formação de substrato pode trazer algumas vantagens para o crescimento e pegamento das mudas de café, além de contribuir para construção de uma agricultura sustentável. Diante do exposto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o estado nutricional, crescimento e pegamento a campo de mudas de café em razão da aplicação de resíduos industriais e urbanos. O delineamento utilizado foi blocos casualizados no esquema fatorial 7x4+1, sendo os tratamentos constituídos de sete resíduos (lixo domiciliar  urbano - Lixo, biossólido centrifugado - LSJ, biossólido de biodigestores - LB, terra diatomácea - Td, lama cal - Lcal, torta de filtro - T e torta de filtro com vinhaça - T+V), quatro doses (0, 10, 20 e 30% do volume do substrato) e um tratamento controle. Os resíduos lixo urbano, terra diatomácea, torta de filtro e torta de filtro + vinhaça são aptos a serem utilizados na composição de substrato para mudas de café, desde que empregadas doses de até 30% do volume do substrato, em razão de proporcionarem aumento na absorção de macro e micronutrientes, taxa fotossintética e crescimento das plantas, fatores que permitiram o maior pegamento das mudas a campo.

Palavras-chave


Coffe arábica, resíduos urbanos e industriais, absorção de nutrientes

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.