Doses e épocas de aplicação de nitrogênio para o feijoeiro cultivado na safrinha

Junior Melo Damian, Antônio Luis Santi, Maurício Roberto Cherubin, Osmar Henrique de Castro Pias, Diego Henrique Simon, Rodrigo Ferreira da Silva

Resumo


O cultivo fora do período normal para a cultura do feijoeiro denominada safrinha é uma alternativa, contudo o manejo da adubação nitrogenada deve ser ajustado considerando as doses e épocas de aplicação. Para isso, objetivo deste estudo foi avaliar as variáveis biométricas e produtivas das cultivares de feijoeiro “Gralha” e “Olho de Pomba”, semeadas no período de safrinha em função de diferentes doses e épocas de aplicação de N em cobertura. Dois experimentos foram conduzidos em Frederico Westphalen – RS, sob delineamento experimentalde blocos ao acaso em esquema fatorial 5 x 5 (épocas de aplicação x doses de N), com quatro repetições. As épocas de aplicação de N foram aos: 7, 14, 21, 28 e 35 dias após a emergência (DAE), e as doses testadas foram: 0, 60, 90, 120 e 180 kg ha-1 de N. Sendo assim, para a cultivar “Gralha” a maior produtividade foi 1.514 kg ha-1 aos 35 DAE na dose de 106 kg há-1 de N. A cultivar “Olho de Pomba” não respondeu as doses e as épocas de aplicação de nitrogênio. Desta forma, conclui-se que as recomendações da adubação nitrogenada para o feijoeiro cultivado na safrinha no sul do Brasil devem ser revisadas, considerando os grupos de cultivares com diferentes hábitos de crescimentos.


Palavras-chave


: phaseolus vulgaris, produtividade de grãos, manejo da adubação nitrogenada

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v11i40.4700

Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.