Tamanho de amostra para avaliar caracteres produtivos de linho

​Alberto Cargnelutti Filho, Bruna Mendonça Alves, Giovani Facco, Cleiton Antonio Wartha, Jéssica Andiara Kleinpaul, Ismael Mario Márcio Neu, Daniela Lixinski Silveira, Fernanda Martins Simões

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar o tamanho de amostra (número de cápsulas) necessário para a estimação da média de caracteres produtivos de linho (Linum usitatissimum L.), cultivar CDC Normandy, em níveis de precisão. Em área experimental de 15m×15m (225 m2) aos 137 dias após a semeadura, foram selecionadas, aleatoriamente, 300 plantas e coletada uma cápsula por planta. Em cada cápsula foram avaliados os caracteres massa de cápsula, massa de grãos por cápsula, número de grãos por cápsula e massa de mil grãos. Para cada caractere, foram calculadas medidas de tendência central, variabilidade, assimetria e curtose. Foi determinado o tamanho de amostra por meio de reamostragem, com reposição, de 10.000 reamostras. Para a estimação da média desses caracteres de linho, cultivar CDC Normandy, com amplitude do intervalo de confiança de 95% igual a 10% da estimativa da média são necessárias 78 cápsulas.

Palavras-chave


Linum usitatissimum L., planejamento experimental, reamostragem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v11i42.4570

Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.