Manejo da ferrugem asiática da soja com aplicações de fungicidas iniciadas na detecção do patógeno ou posteriores

Jackeline Matos Nascimento, Walber Luiz Gavassoni, Lilian Maria Arruda Bacchi, Jairo Luiz Oliveira, Marie Caroline Laborde, Bruno César Alvaro Pontim, Marciel Pereira Mendes

Resumo


A ferrugem asiática é a principal doença na cultura da soja. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito dos fungicidas à base de estrobilurina + triazol aplicados em diferentes momentos, na detecção e após a detecção da ferrugem asiática na área experimental. A segunda aplicação aproximadamente três semanas após a primeira. Os experimentos foram conduzidos nas safras 2006/07, 2008/09, 2009/10 e 2010/11, em Dourados – MS. Avaliou-se área foliar lesionada, o número de lesões e urédias por folíolo de cada terço da planta foram avaliados. A partir destes dados calculou-se a área abaixo da curva de progresso de lesões e urédias (AACPD). Foram avaliados também produção, massa de mil grãos e desfolha. Todos os ensaios foram conduzidos no delineamento de blocos ao acaso, com cinco repetições, exceto o realizado na safra 2006/07 com seis repetições. Nas quatro safras, aplicações de fungicidas, independente da época resultou em menores quantidades de doença em relação a testemunha, nos terços médio e inferior. Na safra 2008/09 não foi detectado efeito do fungicida sobre a produtividade. Em 2006/2007, 2008/09 e 2009/10, parcelas que receberam fungicida apresentaram menor porcentagem de desfolha. Na safra 2010/11, a aplicação na detecção da doença apresentou incremento na produção. O controle mais eficaz da doença ocorreu quando a primeira aplicação de fungicidas foi realizada mais próxima da detecção do patógeno na área.


Palavras-chave


Glycine max, Phakopsora pachyrhizi, doenças da soja

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v11i39.4396

Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.