Desempenho de cultivares de alface tipo crespa sob altas temperaturas em Cáceres-MT

Clesia Limas dos Santos, Santino Seabra Junior, Juliana Gadum de Lalla, Vanessa Cristina de Almeida Theodoro, André Nespoli

Resumo


O cultivo de alface nas regiões tropicais tem sido dificultado pelas altas temperaturas e ampla luminosidade, afetando substancialmente o ciclo e a produção da cultura. Com o objetivo de avaliar o comportamento de cultivares de alface crespa, um experimento foi conduzido com 14 cultivares no delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições. As plantas foram arranjadas no esquema de quinquôncio, espaçadas a cada 0,30 metros e 0,25 metros, em parcelas contendo 20 plantas. Foram avaliadas a massa fresca total e comercial, massa seca, diâmetro da planta, número de folhas por planta, comprimento do caule e indícios de pendoamento nas cinco plantas centrais de cada parcela. Verificou-se que as cultivares Cinderela, Marisa e Elba são promissoras para o cultivo na região, no período de outubro à novembro, apesar de terem apresentado uma leve tendência ao alongamento do caule. Outra cultivar interessante avaliada foi a Simpson Elite, pois apresentou boa produção de massa fresca, diâmetro da planta, além de um menor tamanho do caule, mostrando tolerância á temperaturas mais elevadas. Em relação à característica comprimento do caule que indica resistência ao pendoamento, conclui-se que as cultivares que apresentam o melhor desempenho são as cultivares Vanda e Isabela, destacando que estas podem ser mantidas por um período maior no campo.

 


Palavras-chave


lactuca sativa, produtividade, adaptação, pendoamento.

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.