Citocinina e potencial fisiológico de sementes de milho doce

Claudemir Zucareli, Mariana Alves de Oliveira, Valdir Zucareli, Yara Andréo de Souza

Resumo


O trabalho teve como objetivo avaliar diferentes concentrações de citocinina na manutenção do potencial fisiológico de sementes de milho doce antes e após o processo de envelhecimento acelerado. Sementes de milho doce, cultivar BR-400 (Super-Doce) foram submetidas à embebição em diferentes concentrações de citocinina (0, 50, 100, 150 e 200 mg L-1), Benzil Amino Purina (BAP), sob o delineamento experimental inteiramente casualizado. Após os tratamentos, avaliou-se a determinação do teor de água, teste de germinação, primeira contagem do teste de germinação, condutividade elétrica e lixiviação dos íons K, Ca e Mg e, em seguida foram submetidas ao envelhecimento acelerado seguido pelas mesmas determinações iniciais. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey p<0,05. O tratamento seco apresenta maior velocidade e total de germinação, menor percentagem de plântulas anormais, e não é afetado pelo envelhecimento acelerado, contudo apresenta maior condutividade elétrica e maior teor de potássio lixiviado em relação aos tratamentos com sementes embebidas. A citocinina afeta negativamente o potencial fisiológico das sementes de milho doce e o envelhecimento acelerado provoca aumentos na condutividade elétrica, no teor de potássio e cálcio lixiviados para os tratamentos com embebição das sementes.

Palavras-chave


Envelhecimento acelerado, Fitorregulador, Germinação, Vigor, Zea mays L.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v11i41.4078

Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.