Influência do número de folhas e da aplicação de IBA na estaquia caulinar de Ficus benjamina L.

Guilherme de Souza Nogueira, Felipe Augusto Cini da Silva, Giovanna Kunze, João Paulo de Souza Figueiró, Silvano Kruchelski, Kátia Christina Zuffelato-Ribas

Resumo


Originária da Ásia e muito difundida no Brasil, Ficus benjamina L. (Moraceae) tem sido utilizada como espécie ornamental devido suas folhas serem perenes e brilhantes e por ser adaptável a ambientes internos com pouca iluminação solar direta. Entre novembro/2012 e janeiro/2013, estacas caulinares semilenhosas de Ficus benjamina foram confeccionadas com 10 cm de comprimento, corte em bisel na base e reto no ápice, sendo removidas todas as folhas num lote e sendo deixadas uma e duas folhas reduzidas à metade, na porção apical de outros lotes, ambos submetidos à aplicação de ácido indol butírico (IBA) em talco, nas concentrações de 0 e 2000 mg Kg-1.  O plantio foi realizado em tubetes de 53 cm³ contendo vermiculita de granulometria média e as estacas foram mantidas em casa de vegetação climatizada durante 71 dias. Foram avaliadas as porcentagens de estacas enraizadas, vivas, mortas e brotadas, além do número de raízes formadas/estaca e o comprimento das três maiores raízes/estaca. Verificou-se que a interação entre os tratamentos foi significativa somente para as variáveis estacas enraizadas e número de raízes/estaca. A presença de folhas nas estacas foi significativa para todas as variáveis e o uso de IBA apenas não foi significativo para a variável estacas brotadas. Estacas com duas folhas e sem a aplicação de IBA promoveram a maior porcentagem de enraizamento (53,75%). Assim, a presença de folhas é determinante na rizogênese de Ficus benjamina, não sendo necessária a utilização de IBA. 

Palavras-chave


Auxina, enraizamento, espécie ornamental, figueira, tipos de estacas

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.