Produção de mudas de gliricídia com diferentes substratos orgânicos

Alian Cássio Pereira Cavalcante, Adailza Guilherme Cavalcante, Maria José Ramos da Silva, Raunira da Costa Araújo

Resumo


Objetivou-se com a pesquisa avaliar a germinação e o crescimento inicial de mudas de gliricídia, submetidas a diferentes tipos de substratos orgânicos. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições e seis substratos, solo (testemunha); solo + composto de aves; solo + composto bovino; solo + composto caprino; solo + composto de coelho; solo + húmus de minhoca, constituídos na proporção 2:1. As variáveis avaliadas foram: índice de velocidade de emergência, porcentagem de germinação, altura da planta, número de folhas, comprimento da raiz, massa seca da raiz, massa seca da parte aérea, massa seca total, índice de qualidade de Dickson, radiação fotossintética ativa e índice de área foliar. Os substratos orgânicos proporcionaram melhorias nas variáveis de germinação e crescimento de mudas de gliricídia. O composto constituído de esterco de aves influencia sobremaneira, na melhoria da qualidade de mudas de gliricídia, e com esse comportamento, os compostos orgânicos confeccionados a partir de estercos animais, pode ser indicado como um fertilizante orgânico de qualidade superior para a produção de mudas dessa espécie

Palavras-chave


área foliar, biomassa, crescimento inicial, Gliricídia sepium

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.