Cultivo de alface, sobre diferentes coberturas de solo, em condições tropicais

Clodoaldo Moreno Paixão, Elisangela Clarete Camili, Sebastião Carneiro Guimarães, Antonio Renan Berchol da Silva, Santino Seabra Junior

Resumo


A alface é a hortaliça folhosa mais produzida no Brasil, onde representa grande relevância social e econômica para pequenas propriedades. No entanto, ainda há a necessidade de estudos voltados à melhoria das condições de cultivo, a qual demanda intensa quantidade de fertilizantes, degrada a estrutura física do solo e provoca desequilíbrios biológicos pela baixa rotação de culturas. Diante disso, objetivou-se através deste trabalho identificar os efeitos de coberturas vegetais sobre os atributos químicos do solo e sobre a qualidade da alface produzida em condições de clima tropical. O experimento foi instalado em região de baixa altitude, em condições de campo, em blocos casualizados em esquema fatorial, com cultivo de alface sobre resíduos de cinco coberturas vegetais de solo implantadas em três épocas diferentes. As coberturas vegetais utilizadas foram milheto, bagaço de cana-de-açúcar, mucuna-preta, capim braquiária e crotalária, semeadas em 06/02/12, 08/03/12 e 07/04/12, com manejo aos 120, 90 e 60 dias, respectivamente. Concluiu-se que, dependendo da espécie e da época em que é feita semeadura e o manejo e o manejo, as plantas de coberturas podem interferir nos atributos químicos do solo, resultando em plantas de alface de maior altura, diâmetro e massa fresca. Plantas de alface com maior diâmetro e massa de matéria seca total foram obtidas quando cultivadas sobre resíduos de mucuna-preta e capim braquiária.


Palavras-chave


Lactuca sativa L. Cobertura vegetal. Pennisetum americanum. Brachiaria ruziziensis. Mucuna aterrima.

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.