Substratos e ambientes para produção de mudas de cajueiro anão precoce

Cesenildo Figueiredo Suassuna, Núbia Marisa Ferreira, Francisco Vanies da Silva Sá, Antônio Michael Pereira Bertino, Evandro Franklin de Mesquita, Emanoela Pereira de Paiva, Paula Lorrane Melo Jesus, Antonio Missiemario Pereira Bertino

Resumo


Objetivou-se avaliar o efeito de substratos e ambientes para a produção de mudas de cajueiro anão precoce. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em um esquema fatorial 6 x 2, referente aos respectivos substratos (S1=25% areia + 50% solo + 25% húmus + 0g MB-4; S2=25% areia + 50% solo + 25% húmus + 50g MB-4; S3=25% areia + 50% solo + 25% húmus + 100g MB-4; S4=25% areia + 25% solo + 50% húmus + 0g MB-4; S5=25% areia + 25% solo + 50% húmus + 50g MB-4 e S6=25% areia + 25% solo + 50% húmus + 100g MB-4) e dois ambientes (Viveiro e Pleno sol), com 5 repetições. Os substratos S1 = 25% areia + 50% solo + 25% húmus + 0g MB-4 e S2 = 25% areia + 50% solo + 25% húmus + 50g MB-4, proporcionaram os melhores resultados de crescimento, acúmulo de matéria seca e qualidade, ás mudas de cajueiro. O ambiente viveiro com tela de sombrite de 50% foi o melhor ambiente para a produção de mudas do Cajueiro anão Precoce. O ambiente pleno solo em condições de clima semiárido é inadequado para a produção de mudas do Cajueiro anão Precoce.


Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.