Biometria de frutos e germinação de sementes de Tocoyena formosa (Cham. & Schltdl.) K. Schum

Thaliny Bonamigo, Silvana de Paula Quintão Scalon, Danieli Pieretti Nunes, Zefa Valdivina Pereira

Resumo


Objetivou-se caracterizar biometricamente o fruto e avaliar a influência de diferentes temperaturas na germinação das sementes de Tocoyena formosa (Cham. & Schltdl.) K. Schum. Foram caracterizados o diâmetro transversal e longitudinal do fruto, massa fresca e número de sementes por fruto, a partir de uma amostra de 25 unidades. Para o estudo da germinação, as sementes foram dispostas em gerbox forrado com papel germitest umedecido com água, mantidos em câmaras de germinação com 12 h diárias de luz e temperaturas constantes (15, 20, 25 e 30°C). O experimento foi realizado com quatro repetições de 25 sementes cada. Os frutos de T. formosa são bagas que possuem dimensões de 3,18 – 5,80 cm de comprimento e 2,67 – 4,24 cm de largura, 15,83- 61,83 g de massa fresca e 29 a 151 sementes por baga. As sementes germinadas a 30°C apresentaram maior percentagem de germinação, no entanto a 25°C observouse maior comprimento médio de raiz e razão raiz/parte aérea. Não foi observada germinação a 15°C. Conclui-se, portanto, que os frutos de T. formosa são heterogêneos e de tamanho médio, e que a temperatura de 25 ou 30°C é ideal para a germinação e crescimento inicial de plântulas.


Palavras-chave


Cerrado; Jenipapo-bravo; Potencial-fisiológico.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, A. C. S.; DE SOUZA, A. F.; RAMOS, F. N.; PEREIRA, T. S.; CRUZ, A. P. M. Germinação de sementes de jenipapo: temperatura, substrato e morfologia no desenvolvimento pós-seminal. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 35, n. 3, p. 609-615, 2000.

AUGUSTO, D. C. C.; GUERRINI, I. A.; ENGEL, V. L.; ROUSSEAU, G. X. Utilização de águas residuárias provenientes do tratamento biológico de esgotos domésticos na produção de mudas de Eucalyptus grandis Hill. ex. Maiden. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 4, p.745-751, 2007.

BRASIL, MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E REFORMA AGRÁRIA. Regras para análise de sementes. Brasília: SNDA/DNDV/CLAV, 2009. 399 p.

CARREIRA, R. C.; ZAIDAN, L. B. P. Germinação de sementes de espécies de Melastomataceae de Cerrado sob condições controladas de luz e temperatura. Hoehnea, São Paulo, v. 34, n. 3, p. 261-269, 2007.

CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. Sementes: ciência, tecnologia e produção. 5 ed. Jaboticabal: FUNEP, 2012. 590 p.

CHEROBINI, E. A. I. Avaliação da qualidade de sementes e mudas de espécies florestais nativas. 2006. 115 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade de Santa Maria, Santa Maria. 2006.

COELHO, V. P. DE M.; AGRA, M. DE F.; BARBOSA, M. R. DE V. Estudo farmacobotânico das folhas de Tocoyena formosa (Cham. & Schltdl.) K.Schum. (Rubiaceae). Revista Brasileira de Farmacognosia, Curitiba, v. 16, n. 2, p. 170-177, 2006.

GANGA, R. M. D.; FERREIRA, G. A.; CHAVES, L. J.; NAVES, R. V.; DO NASCIMENTO, J. L. Caracterização de frutos e árvores de populações naturais de Hancornia speciosa Gomes do cerrado. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 32, n. 1, p. 101-113, 2010.

GOTTSBERGER, G.; EHRENDORFER, F. Hybrid speciation and radiation in the neotropical woody genus Tocoyena (Rubiaceae). Plant Systematics and Evolution, Heidelberg, v. 181, n. 3-4, p. 143-169, 1992.

HADAS, A. Water uptake germination of leguminous seeds under changing external water potential in osmotic solution. Journal Experimental of Botany, Oxford, v. 27, n. 3, p. 480-489, 1976.

HAMACEK, F. R.; MOREIRA, A. V. B.; MARTINO, H. S. D.; RIBEIRO, S. M. R.; PINHEIRO-SANT’ANA, H. M. Valor nutricional, caracterização física e físico-química de jenipapo (Genipa americana L.) Do Cerrado de Minas Gerais. Alimentos e Nutrição –Brazilian Journal of Food and Nutrition, Araraquara, v. 24, n. 1, p. 1-5, 2013.

INPE/CPTEC. INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS. MINISTÉRIO DA CIÊNCIA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO. 2013. Disponível em < http://www.inpe.br/ >. Acesso em: 16 de janeiro de 2013.

KAPPES, C.; COSTA ANDRADE, J. A. DA C.; HAGA, K. I.; FERREIRA, J. P.; ARF, M. V. Geminação, Vigor de sementes e crescimento de plântulas de milho sob condições de déficit hídrico. Scientia Agraria, Curitiba, v. 11, n. 2, p. 125-134, 2010.

KERBAUY, G. B. Fisiologia Vegetal. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S.A. 2008. 431 p.

LIMA, L. F.; LIMA, P. B.; ALMEIDA JR., E. B.; ZICKEL, C. S. Morfologia de frutos, sementes e plântulas de Guettarda platypoda DC. (Rubiaceae). Biota Neotropica, Campinas, v. 10, n. 1, p. 155-160, 2010.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 3 ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2009. 384 p.

MACEDO, M. C.; SCALON, S. P. Q.; SARI, A. P.; SCALON FILHO, H.; ROSA, Y. B. C. J.; ROBAINA, A. D. Biometria de frutos e sementes e germinação de magonia pubescens st.hil (sapindaceae). Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 31, n. 2, p. 202-211, 2009.

MARCOS-FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Piracicaba: Fealq, 2005. 495 p.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination-aid in selection and evaluation for seedlig emergence and vigor. Crop Science, Madison, v. 2, n. 1, p. 176-177, 1962.

MATHEUS, M. T.; LOPES, J. C. Morfologia de frutos, sementes e plântulas e germinação de sementes de Erythrina variegata L. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 29, n. 3, p. 8-15, 2007.

MARTINS, C. C.; CARVALHO, N. M. Fontes de deterioração na produção de sementes de soja e respectivas anormalidades nas plântulas. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v.16, n. 2, p. 168-182, 1994.

MIRANDA, P. R. M.; FERRAZ, I. D. K. Efeito da temperatura na germinação de sementes e morfologia da plântula de Maquira sclerophylla (Ducke) C.C. Berg. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 22, n. 2 (suplemento), p. 303-307, 1999.

OKUSANYA, O. T. Germination and growth of Celosia cristata L., under various light and temperature regimes. American Journal of Botany, Columbus, v. 67, n. 6, p. 854-858, 1980.

OLIVEIRA, I. P.; OLIVEIRA, L. C.; MOURA, C. S. F. T. Cultura de café: histórico, classificação botânica e fases de crescimento. Revista Faculdade Montes Belos, São Luiz de Montes Belos, v. 5, n. 4, p. 17-32, 2012.

PACHECO, M. V.; MATTEI, V. L.; MATOS, V. P.; SENA, L. H. M. Germination and vigor of Dimorphandra mollis BENTH. seeds under different temperatures and substrates. Revista Árvore, Viçosa, v. 34, n. 2, p. 205-213, 2010.

POTT, A. Pastagens das sub-regiões dos Paiaguás e da Nhecolândia do Pantanal Mato-grossense. Corumbá: EMBRAPA. UEPAE, 1982. 49 p. (Circular Técnica, 10)

PRADO, A. L. Revisão taxonômica do gênero Tocoyena AUBL. no Brasil. 1987. 242 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 1987.

RONDON-NETO, R. M.; DOS SANTOS, J. R. S.; DA SILVA, M. A.; KOPPE, V. C. Potencialidades de uso de espécies arbustivas e arbóreas em diferentes fisionomias de cerrado, em Lucas do Rio Verde/MT. Revista de Biologia e Ciências da Terra, Campina Grande, v. 10, n. 2, p. 113-126, 2010.

ROSA, S. G. T; FERREIRA, A. G. Germinação de sementes de plantas medicinais lenhosas. Acta Botanica Brasilica, Feira de Santana, v. 15, n. 2, p. 147-154, 2001.

SAMPAIO, S. N. L.; SILVA, A. P. F. N.; BATISTA, E. G.; PINTO, A. S. Germinação de sementes de Palicourea rígida (Rubiaceae) em duas áreas distintas de Cerrado. In: VIII CONGRESSO DE ECOLOGIA DO BRASIL, 2, 2007. Caxambu. Anais eletrônicos... Caxambu: SEB, 2007. Disponível em Acesso em: 18 março 2013.

SANTOS, D. L.; SUGAHARA, V. Y.; TAKAKI, M. Efeitos da luz e da temperatura na germinação de sementes de Tabebuia serratifolia (Vahl) Nich, Tabebuia chrysotricha (Mart. Ex DC.) Standl e Tabebuia roseo-alba (Ridl) Sand Bignoniaceae. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 15, n. 1, p. 87-92, 2005.

SCALON, S. P. Q.; SCALON FILHO, H.; MUSSURY, R. M.; MACEDO, M. C.; KISSMANN. Potencial germinativo de sementes de Dimorphandra mollis Benth. em armazenamento, tratamentos pré-germinativos e temperatura de incubação. Cerne, Lavras, v. 13, n. 3, p. 321-328, 2007.

SILVA, J. B.; NAKAGAWA, J. Estudos de fórmulas para cálculo de velocidade de germinação. Informativo ABRATES, Brasília, v. 5, n. 1, p. 62-73, 1995.

SOUZA FILHO, J. C; COELHO, M. F. B.; ALBUQUERQUE, M. C. F.; AZEVEDO, R. A. B. Emergência de plântulas de Magonia pubescens St. Hil. – Sapindaceae em função da temperatura. Revista Ciências Agrárias, Recife, v. 54, n. 2, p. 137-143, 2011.

VIEIRA, J. F.; LIMA, L. C.; CAMPOS, R. M. Plano de Manejo da RPPN da Fazenda da Mata. 2010. 60 p. Disponível em Acesso em: 12 janeiro 2013.

ZAIDAN, L. B. P.; CARREIRA, R. C. Seed germination in cerrado species. Brazilian Journal of Plant Physiology, Pelotas, v. 20, n. 3, p. 167-181, 2008.




DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v12i43.3455

Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.