Eficiência do uso da água na produção do pinhão-manso no semiárido nordestino

Clayton Moura de Carvalho, Albanise Barbosa Marinho, Thales Vinícius de Araújo Viana, Manoel Valnir Júnior, Raimundo Rodrigues Gomes Filho, Leonaria Luna Silva de Carvalho

Resumo


O governo do estado do Ceará tem buscado, sem muito sucesso, revitalizar a cultura do algodão, entretanto, os seus elevados custos fitossanitários têm impedido a permanência da área cultivada. Um das alternativas viáveis para a ocupação de espaços provenientes da ausência do algodão é o cultivo do pinhão manso visando à produção do biodiesel. Face ao exposto, este trabalho objetivou avaliar os efeitos de diferentes níveis de lâminas de água e adubação nitrogenada no uso eficiente da água na produção de frutos, sementes e albúmen do pinhão manso. O trabalho foi desenvolvido na área experimental da Fazenda Bandeira pertencente à Agroempresa Brasil Ecodiesel, situada em Crateús – CE, localizada em 05˚23’25’’S, 40˚57’38’’W e 717 m de altitude. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso no esquema de parcelas subdivididas. Os tratamentos foram compostos a partir da combinação de cinco lâminas de água (50%, 75%, 100%, 125% e 150% da evaporação do Tanque Classe “A”), e quatro níveis de adubação nitrogenada (N1 = 0 kg ha-1 de N; N2 = 25 kg ha-1 de N; N3 = 50 kg ha-1 de N; N4 = 75 kg ha-1 de N), com três repetições. As variáveis analisadas foram a eficiência do uso da água na produção de frutos, sementes e albúmen. Os maiores valores da eficiência do uso da água na produção de frutos, sementes e albúmen foram encontrados com a menor lâmina aplicada. Como o semiárido cearense apresenta naturalmente condições de escassez hídrica torna-se viável o cultivo do pinhão manso com a lâmina de 735 mm, representando uma economia de água de 124% em relação à maior lâmina aplicada. No que se refere às doses de adubação, as dosagens utilizadas neste experimento não influenciaram nos resultados das variáveis estudadas.

 


Palavras-chave


adubação nitrogenada, biodiesel, Jatropha curcas L., lâminas de água

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.