Rendimento e composição química do jundiá Rhamdia voulezi alimentado com vitamina B12

Arcangelo Augusto Signor, Themis Sakaguti Graciano, Fabio Araujo Pedron, Vinicius Pimenta Sividanes, Aldi Feiden, Wilson Rogerio Boscolo, Altevir Signor

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação da vitamina B12 sobre o rendimento e composição corporal do jundiá R. voulezi. Foram cultivados 900 juvenis com peso médio inicial de 68,51±8,44g, distribuídos em 18 tanques-rede de 5,0 m³, com seis tratamentos e três repetições, durante 360 dias. A vitamina B12 foi adicionada à dieta na proporção de 0; 0,25; 0,5; 1,0; 2,0 e 4,0 mg kg-1 de ração. Considerando machos e fêmeas, houve diferença significativa no índice hepatossomático dos peixes suplementados com 0,5 mg de vitamina B12 kg-1. Quanto ao rendimento corporal com distinção de sexo, foi observado diferença significativa no tronco limpo para os machos suplementados com 0,25 mg de vitamina B12 kg-1. Para a composição química geral da carcaça, observou-se aumento do teor de proteína bruta do grupo suplementado com 0,5 mg kg-1 de vitamina B12. Houve redução dos teores de lipídios da carcaça com suplementação de vitamina B12, em que, os menores valores foram obtidos nos níveis 1,0 e 2,0 mg kg-1, evidenciando os efeitos da vitamina B12 sobre a redução da gordura corporal. O nível que proporciona os melhores resultados de rendimento e composição química da carcaça do jundiá R. voulezi cultivado em tanques-rede é de 1,0 mg de vitamina B12  kg-1 de ração.

 


Palavras-chave


cobalamina, espécies nativas, exigência nutricional, piscicultura intensiva, tanques-rede

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.